Na noite de Pato, é Ganso quem está na berlinda do São Paulo

ganso046

O São Paulo faz nesta quarta-feira, às 22h, o jogo de volta contra o CSA pela primeira fase da Copa do Brasil, após vencer por apenas 1 a 0 em Maceió. O protagonista da noite será o atacante Alexandre Pato, que estreia num Morumbi que deve receber grande público após promoção no preço dos ingressos. Quem está na berlinda, porém, é Paulo Henrique Ganso. Deslocado pelo técnico Muricy Ramalho para permitir a entrada do atacante ex-Corinthians, o meia deverá voltar ao banco de reservas se não fizer boa partida.

Muricy Ramalho disse após a eliminação para o Penapolense nas quartas de final do Paulistão que havia pensado em um esquema tático para encaixar Pato, Ganso e Luis Fabiano. Usou o período livre que teve após a queda no estadual para trabalhar o sistema tático. O 4-2-3-1 anterior, com dois pontas (Pabon e Osvaldo) e um meia (Ganso) atrás de Luis Fabiano, deu lugar a um 4-4-2 com Luis Fabiano e Pato, mais recuado, no ataque, e uma linha de quatro jogadores no meio de campo, com dois volantes (Souza e Maicon) e Ganso e Osvaldo abertos pelo lado direito e esquerdo, respectivamente.

Ganso não jogará onde prefere jogar. Armador central de origem, como sempre jogou, agora terá de exercer a ponta direita. Muricy já explicou que o camisa 10 não fará a função de Pabon, que atua rente à linha lateral do campo defensivo ao ofensivo, mas sim a de um ponta que corta para dentro do campo, em direção à área adversária.

A sombra de Pabon, no entanto, é grande. O colombiano tem como posição de origem a meia direita que Ganso ocupará improvisado. Além disso, Pabon não estava jogando pior do que outros jogadores do time quando foi sacado para que Pato, Ganso e Luis Fabiano pudessem atuar juntos.

Ao lado de Ganso está a boa relação com Muricy Ramalho, construída desde o Santos. O atual treinador do São Paulo tem sido muito mais paciente do que Ney Franco foi, por exemplo. Muricy já colocou Ganso no banco em 2014, mas dá diversas oportunidades ao meia para que ele possa recuperar o bom nível. Até agora, oscila.

 

Fonte:Uol

3 comentários em “Na noite de Pato, é Ganso quem está na berlinda do São Paulo

  1. Não entendo o tanto que pegam no pé do Ganso.
    Fazia muito, mas muito mesmo que não tinhamos
    um meia dessa categoria, quando temos queremos
    queima-lo, trenero e torcedores.
    Tinhamos Cicero, foi pras sardinhas e é o melhor de lá.
    Tinhamos o mau karater e graças adeus vazou, tambem está indo bem.
    Agora temos welington, temos o karanguejão, temos o artilheiro que não
    decide, e sobra pro Ganso.
    Sejamos realistas, um, um só passe do Ganso acerta um jogo,
    agora precisa ter gente competente do lado, Ganso não é pra jogar de lado
    e ainda marcando, Ganso é pra receber e armar, só isso, se a bola chegar nele
    tá resolvido.
    Agora se chegar no welington ele erra o passe de tres metros,
    Se chegar no dougrasss, !!!! Meu Pai !!!!!
    se chegar no karanguejão ele vira o bundão e volta pro Ceni,
    e se por acaso chegar no pipokkka, é isso aí mesmo,
    nunca marka quando precisamos, nem no Itu, nem no penapolense,
    nem na pp.
    E o Ganso paga o Pato, Pato tem que disputar o jogo na frente
    é atacante pelo que sei.

  2. Armando pela direita e chegando ao ataque, como o Murici quer que o Ganso jogue hoje, pau a pau, isto é, deixando jogarem o mesmo número de jogos desta forma, acredito que o jovem Boschillia vai se sair melhor. Mas olhem: tem que deixar jogar alguns jogos e não colocar hoje, substituir no primeiro tempo e não tentar mais.
    É a forma como ele jogou, e bem, na copinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*