Muricy pede marcação ao quarteto, mas se anima: ‘Tudo para dar certo’

muricy053

Não foi uma atuação de gala contra o CSA, mas o técnico Muricy Ramalho se empolgou com o setor ofensivo do São Paulo formado por Ganso, Pato, Osvaldo e Luis Fabiano. O treinador acredita que a formação poderá ser mantida para a disputa do Campeonato Brasileiro, porém, reconhece que os jogadores precisam ajudar na marcação para não sobrecarregar o restante da equipe.

– Temos de achar um jeito para ter esse equilíbrio. Isso vem com confiança e entrosamento. Mudamos um pouco esse time desde o começo do ano. Temos tudo para dar certo, desde que consigamos corrigir um pouco sem a bola – afirmou o comandante.

Muricy exige que o quarteto, pelo menos, atrapalhe a saída de bola dos adversários. No esquema montado contra o CSA, apenas Osvaldo teve a obrigação de voltar até o meio de campo para impedir a descida do lateral-direito rival.

– Eles não vão se transformar em grandes marcadores, mas vão atrapalhar a saída de bola. Se eu começar o jogo com oito, estou morto. É ocupar espaços. Sem a bola, eles terão de brigar um pouco – ressaltou.

A dez dias da estreia no Brasileirão, contra o Botafogo, no Morumbi, Muricy entende que o São Paulo também necessita ter um melhor aproveitamento nas bolas paradas.

– Nossa bola parada não é tão boa como sempre foi. Hoje, o que o futebol mais tem é isso. Se temos um time técnico, precisamos melhorar os passes. Temos esse defeito. Estamos construindo um time que joga e deixa jogar. É o que temos e não podemos tirar isso dos jogadores.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*