Muricy critica auxiliar após pênalti: ‘Tem de voltar para a escola’

O gol decisivo da derrota por 1 a 0 para o Criciúma, neste domingo, no Heriberto Hulse, deixou o técnico Muricy Ramalho revoltado. O pênalti que custou a derrota do São Paulo só foi marcado porque a auxiliar Katiúscia Berger Mendonça não viu impedimento de Sueliton, lateral do Tigre, quando ele recebeu um passe do meio-campo. Muricy não se conteve ao criticar a atuação da auxiliar.

– Não costumo falar de arbitragem, só que dessa vez não dá. Essa bandeira tem de voltar para a escola. O impedimento foi algo de dois metros, do outro lado do campo eu vi o movimento. Uma pessoa dessa não tem condições de bandeirar – disparou o técnico.

Muricy, inclusive, considera que o gol de Wellington Paulista, logo no primeiro minuto da partida, prejudicou todo o planejamento do São Paulo.

– O erro não justifica as coisas, mas isso mudou completamente o jogo, nossa forma de atuar. Uma pessoa dessas não pode estar em posição tão importante, em uma partida que valia muita coisa – criticou o comandante.

De acordo com o tira-teima da TV Globo, Sueliton estava 1,82m adiantado em relação à defesa são-paulina quando recebeu a bola na área. Segundos depois, ele caiu em disputa com Lucas Evangelista e viu o pênalti ser marcado pelo árbitro Francisco Carlos Nascimento.

A derrota deixou o São Paulo com 50 pontos na tabela do Campeonato Brasileiro. O time se despede da temporada no próximo domingo, quando enfrenta o Coritiba, em Itu.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*