Medo de calote corintiano faz Pato adiar acordo com São Paulo

O medo de levar um calote do Corinthians fez Alexandre Pato adiar em um dia a assinatura do acordo com o São Paulo. Segundo apurou o UOL Esporte, o atacante quer uma garantia ao clube do Parque São Jorge de que receberá as parcelas dos vencimentos em direitos de imagem a que tem direito pelos próximos dois anos enquanto estiver no Morumbi.

A preocupação não é só do jogador. Dos R$ 800 mil a que Pato tem direito, R$ 400 mil virão do Corinthians, sendo que menos da metade desse valor se refere aos direitos de imagem do atleta. O temor do atacante é que, durante o período de empréstimo, o Corinthians alegue que a imagem dele está sendo usada pelo rival, e por isso suspenda os pagamentos.

Essa situação deixaria o São Paulo com o problema nas mãos. Para não ter um jogador insatisfeito, que esteja recebendo menos do que o previsto no acordo, o clube poderia ter de arcar com a diferença. Por isso, a diretoria tricolor acompanhou a negociação entre Pato e Corinthians de perto.

O clube alvinegro encarou o pedido como algo inusitado, e não manifestou nenhuma intenção de dar o “calote” futuro. Pelo contrário. Apesar de ter se surpreendido, o Corinthians aceitou a condição e foi buscar as garantias exigidas. Além dos valores futuros, Pato também queria ter certeza de que os valores atrasados de 2013 lhe serão pagos antes de uma possível transferência para o exterior.

Todos os envolvidos demonstram confiança de que o contrato vai ser selado nesta quarta-feira. Se isso se confirmar, finalmente a transferência pode ficar completa, embora Pato e Jadson já tenham vestido as novas camisas e sido anunciados.

Como os negócios são interdependentes, o meia também não pode firmar compromisso com o Corinthians. Caso a pendência se encerre, é possível que ambos sejam apresentados pelas novas diretorias na próxima quinta-feira.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*