Manssur ganha ação contra Dedé: a briga na política

Os bastidores do São Paulo seguem em clima quente mesmo durante a pausa nas competições para a Copa do Mundo. O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo deu seu parecer favorável para o ex-vice presidente de Comunicação e Marketing do São Paulo, José Francisco Manssur, em ação aberta pelo conselheiro do clube Antonio Donizete Gonçalves, o Dedé, que vai ter de arcar com os custos processuais.

Em setembro de 2016, Dedé havia acusado o ex-vice de ter passado informações pessoais e confidenciais para a Torcida Tricolor Independente, com o intuito de incitar a violência contra ele.

Com a ação, o conselheiro esperava receber R$ 30 mil como compensação moral e também esperava uma retratação pública em reunião do Conselho Deliberativo são-paulino. Com veredicto do Ministério Público do Estado do São Paulo favorável a Manssur já no ano passado, o Comitê de Ética do clube havia arquivado o caso.

Fora da gestão de Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, neste ano, Manssur era um dos responsáveis por coordenar o estudo de separação do futebol do social no clube. Porém, o projeto foi repassado neste ano para o ex-presidente José Eduardo Pimenta, hoje integrante do Conselho de Administração tricolor.

Um comentário em “Manssur ganha ação contra Dedé: a briga na política

  1. Dois inexpressivos e que nada de bom fazem ao SPFC.
    A diretoria do SPFC é a cara da administração política brasileira, um antro de inúteis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.