Mano não vê necessidade de desculpas a Muricy, mas assume derrota

O técnico do São Paulo, Muricy Ramalho, não escondeu a insatisfação com Mano Menezes pelas declarações após a derrota diante do Ituano, que contribuiu para a eliminação do Corinthians do Paulistão. Mesmo assim, o técnico corintiano não vê a necessidade de um pedido de desculpas ao colega, por ter dito que “casa um sabe com qual consciência coloca a cabeça no travesseiro”.

“Não (vou pedir desculpas), porque a gente não falou sobre esse tema que foi abordado. O Muricy falou sobre sua lisura, e nunca discutiria isso. Talvez a repercussão, a contundência, a forma como a frase foi colocada na matéria tenha levado a esse entendimento. Mas em nenhum momento a gente se referiu à honestidade dele. Não faço isso sem tem provas enormes. Me machuca muito quando fazem comigo – e nos últimos anos têm feito – então não falo nisso” disse o técnico, atribuindo parte da culpa à imprensa.

Para falar do episódio, e de quando foi alvo do mesmo tipo de críticas, Mano lembrou 2009, quando o Corinthians foi derrotado por 2 a 0, prejudicando o mesmo São Paulo na reta final do Brasileirão.

“Não somos ingênuos e não vamos tapar o sol com a peneira. Uma coisa é falar de alguém não querer ganhar de forma desonesta, isso não vou falar.  Eu estava me referindo ao fato de que que a motivação talvez não era a mesma de um jogo normal. Não foi normal: o torcedor pede para o time perder; você é derrotado e seu torcedor comemora. Não é um jogo normal, nós também temos direito de ter nossos sentimentos. Mesmo sentimento aconteceu em 2009 do outro lado, quando não ganhamos do Flamengo, ouvimos as mesmas insinuações”, lembrou.

Apesar de não fazer uma retratação, Mano assumiu a responsabilidade pela desclassificação, mas deixou claro que não se trata de um recuo em suas declarações após a partida.

“Vamos por partes. Em nenhum momento, dentro do vestiário, nas conversas que tivemos, na minha entrevista coletiva, houve uma transferência de responsabilidade. Não nos classificamos porque não tivemos competência, inclusive na minha fala disse quando perdemos a classificação, na serie de seis jogos que ficamos sem vencer”, disse.

Para o treinador alvinegro, não há vítima na história. Mano relembrou que a mesma polêmica aconteceu em outros momentos, e, na sua opinião, é nociva para o futebol brasileiro.

“Ninguém é vítima nessa história, todos aqui são bem grandinhos, sabem como são as regras do jogo, e todos jogam as regras do jogo. Não estou chamando ninguém de desonesto. Mas o jogo foi disputado nessa situação – e a culpa de ter chegado nessa situação é nossa. Mas tudo isso desde 2009 – teve outras partidas também – mostra que as coisas não estão indo bem. Sempre que tiver uma situação dessas, vão ficar a discussão de se isso pode ou não acontecer, e isso é ruim”, finalizou.

 

Fonte: Uol

2 comentários em “Mano não vê necessidade de desculpas a Muricy, mas assume derrota

  1. O que esse merda não fala é que em 2009, aquele bosta que ficava entre as traves do gol, ficou parado na batida do penalti e ainda aplaudiu o gol do adversário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*