Luis Fabiano vai enfrentar o Mogi Mirim

Ausente desde o clássico com o Corinthians, no dia 31 de maio, Luis Fabiano vai voltar ao time do São Paulo neste domingo. O atacante está recuperado de um trauma na panturrilha esquerda, treinou na manhã desta sexta-feira, e jogará com os reservas diante do Mogi Mirim, fora de casa. O desfalque fica por conta de Jadson.

O camisa 10, que não atuou contra o Atlético-MG porque estava suspenso, será poupado porque jogará pela Seleção Brasileira na quarta-feira e, no próximo domingo, tem o duelo pelas quartas de final do Paulistão Chevrolet. Jadson também passou a semana em tratamento de um edema na coxa direita, mas está recuperado. Nesta sexta-feira, ele treinou no campo sem limitações.

A provável escalação do Tricolor para o confronto de domingo é Denis, Rodrigo Caio, Rhodolfo, Edson Silva e Cortez; Fabrício, João Schmidt (Lucas Farias) e Cañete; Wallyson, Luis Fabiano e Ademilson.

Ney Franco vai preservar todos os titulares do jogo contra o Atlético-MG para evitar o desgaste. Nesta sexta, eles apenas correram em torno dos gramados do CT da Barra Funda e não realizaram atividades com bola.

Paulo Henrique Ganso ficou no Reffis, assim como Ademilson. Ambos apenas fizeram tratamento de pequenas dores musculares. Rogério Ceni também deu continuidade à recuperação das dores no pé direito.

Fonte: Lance

Um comentário em “Luis Fabiano vai enfrentar o Mogi Mirim

  1. Mogi Mirim está no tamanho adequado para ele.
    Minha preferência em termos de futebol é um time leve com toque de bola, ataque rápido pelos lados e com meios atacantes inteligentes com chutes de meia distância.
    Homem de referência tem que ter muita capacidade de posicionamento, agilidade, postura para impor respeito aos adversários, tipo Fred aqui em terras tupiniquins ou Ibrahimovic nos campos europeus.
    Aquele tipo “bad boy” que conhecemos bem, como Serginho Chulapa, hoje em dia não é bem visto por serem encrenqueiros até com a sombra, mas resolviam e não fugiam da briga.
    O nosso homem de referência titular além de a meu ver não ter tantas virtudes técnicas necessárias, é um “bad boy” pela metade, arranja as encrencas apenas e tão somente com os juízes, acredito que para cavar expulsões, sem contar que nos momentos mais difíceis está sempre fora, não teve a hombridade de comparecer no estádio no dia mais importante para todo o grupo, a meu ver por imaginar que perderíamos e fatalmente seria cobrado pela torcida.
    Como seu substituto entendo ser um jogador para segundona, meio caipirão e atabalhoado, realmente ou se muda o esquema ou busca-se no mercado alguém que preencha este espaço.
    Saudações Tricolores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*