Feliz no São Paulo, Luis Fabiano diz que recusou oferta do Corinthians

Autor do segundo gol do São Paulo sobre o Bragantino, Luis Fabiano não viu motivos para celebrar após o jogo. A tristeza do atacante é pela suspensão de mais três jogos na Libertadores, por conta do cartão vermelho por reclamação contra o Arsenal (ARG), no Pacaembu. Abatido, o camisa 9 confirmou que, para voltar ao São Paulo em 2011, abriu mão de proposta financeira maior do Corinthians.

– Perdi muita coisa para vir para o São Paulo, abri mão. Se for contar as coisas que eu fiz, deixei de ir para o rival, que foi campeão da Libertadores e mundial. Estou feliz, tranquilo, só não estou fazendo muita festa porque o momento não é legal – disse o jogador, triste.

Após a contratação de Luis Fabiano, em março de 2011, o então presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, confirmou as notícias publicadas anteriormente de que o clube chegou a tentar a contratação do Fabuloso. Ao Sevilla, ex-clube do atacante, foram oferecidos os mesmos 7 milhões de euros (R$ 15,6 milhões na época) pagos pelo São Paulo. Porém, ao jogador teriam sido ofertados cerca de R$ 500 mil mensais, salário superior ao que ele recebe atualmente no Tricolor.

Após o gol no primeiro tempo, Luis Fabiano driblou a imprensa no fim da etapa inicial e foi para os vestiários calado. No retorno ao gramado, atendeu os jornalistas, disse que tinha muita coisa para falar, mas preferiu ficar quieto.

– Eu gostaria de falar tantas coisas neste momento. É frustrante. É muito difícil ver que vou ficar quatro jogos fora da Libertadores. Mesmo assim tenho fé que vão conseguir reverter isso – afirmou.

Confira a entrevista de Luis Fabiano após a partida:

Digeriu a punição da Conmebol?
– Não tem como digerir uma punição tão severa como essa. Nunca vi um jogador, por mais que tenha feito algo, tomar quatro jogos. Eu não merecia dessa vez. Pode ser que eu merecia ser expulso, apesar de não ter falado nada, mas às vezes o ábritro já vem com alguma intenção. Mas tenho fé que a defesa vai reverter e será mais branda a punição.

Você não festeja os gols. Está com algum problema pessoal?
– Não, graças a Deus. São coisinhas que vêm acontecendo, momento, ambiente, coisas que ficam minando com o jogador. E a punição foi o que mais causou tristeza.

Mas que tipo de coisinhas?
– Coisinhas que têm acontecido. Às vezes você não tem motivo par comemorar e sair saltitando no gramado. O momento não é para muita festa, para comemoração. Vamos comemorar depois… Graças a Deus tenho feito gol, poderia ser pior. Estou feliz, só que não estou para muita festa no momento.

Você está triste com isso?
– Não é tristeza… Gostaria de estar comemorando com a torcida, quase classificado na Libertadores, mas não estamos. Há muita desconfiança, mas estamos vindo de uma conquista de Sul-Americana . Tem gente que acha pouco, mas só quem lutou sabe. Hoje está tudo ruim, parece que não somos uma boa equipe. Isso é desagradável.
Fonte: Lance

Um comentário em “Feliz no São Paulo, Luis Fabiano diz que recusou oferta do Corinthians

  1. Primeiro que se dependesse dele, provavelmente não teríamos conquistado a Sul Americana; segundo sua atitude é de criança mimada que quer sempre levar vantagem em tudo; terceiro com o que ele jogou até agora no SP, o curintia jamais seria campeão da América ou mundial com ele em campo. Tudo isso é fato. O que está acontecendo com ele é que ele acompanha as redes sociais e descobriu que não engana mais os torcedores com seus gols contra “galinhas mortas”. Quando o time realmente precisa de um goleador em jogo decisivo, ou ele está “suspenso”, machucado ou é expulso na partida decisiva, mas decidir a favor que é bom, ainda é mera esperança.
    Senhor Luis Fabiano, dos atacantes jogando no futebol brasileiro, o senhor ainda é um dos melhores. Esqueça a vaidade e comentários de jornalistas que vivem elogiando todo mundo, e caia na real. Concentre-se em jogar futebol; mostre vontade de vencer; esqueça seu individualismo e jogue com e para o time; reconheça que tanta gente criticando sua forma de jogar, não pode estar errada; enfim,tente fazer ” do limão uma limonada” e pare de “chororo” que só vai piorar as coisas; afinal, cada um é responsável por suas escolhas e, se, por ventura, o senhor se arrependeu de ter escolhido jogar no tricolor, sempre há a possibilidade de pegar o chapéu e aterrissar em outros campos. Dá tristeza ver seu comportamento em campo e seus comentários nos microfones. Qualquer que seja sua escolha, boa sorte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*