Léo Natel é apresentado como reforço do Apoel

Revelado nas categorias de base do São Paulo, o jovem atacante Léo Natel, de apenas 21 anos, foi anunciado nesta quinta (14) como reforço do Apoel, do Chipre. O jogador assinou contrato de empréstimo com a equipe europeia até agosto de 2019 e terá a oportunidade de disputar a Liga dos Campeões.

– Estou feliz com essa nova oportunidade na minha vida, agradeço ao Apoel que me abriu as portas e vou trabalhar bastante para retribuir a confiança que depositaram em mim – disse o atleta em sua apresentação em seu novo clube.

Antes de viajar para a Europa, Léo Natel estava no Fortaleza, comandado pelo técnico Rogério Ceni. Na equipe cearense, o jogador começou como titular do Leão, mas perdeu espaço na reta final do estadual. No Nordeste, o são-paulino fez 13 jogos (10 deles como titular) e anotou dois gols. Sua passagem por lá durou até o Apoel demonstrar interesse em seu futebol.

– Chego aqui com o objetivo de conquistar meu espaço, lutar por coisas grandes e ajudar a equipe a sempre estar disputando os grandes campeonatos europeus, como a Liga dos Campeões e a Liga Europa – ressaltou o jogador, que vestirá a camisa 37 da equipe cipriota.

Ciente da exposição que seu jogador pode ter atuando no Velho Continente, o São Paulo – que tem contrato com o atacante até junho de 2020 – liberou Natel para assinar com o Apoel. A expectativa do Tricolor é de que o garoto de Cotia ganhe mais experiência e retorne ao clube do Morumbi com condições de brigar pela titularidade no ataque.

 

Fonte: Lance

2 comentários em “Léo Natel é apresentado como reforço do Apoel

  1. Vencemos ontem no Brasileiro de Aspirantes.Um a zero em cima do Bahia. Paulo, vc poderia postar algo a respeito do jogo e os próximos dos aspirantes, em especial a escalação?

  2. Perfeito. Cada jogador tem seu tempo de amadurecimento.

    O Real e o Barcelona fazem muito isso! Poderíamos emprestar mais jogadores da base pra amadurecerem.

    O mais interessante seria ter uma parceria com algum clubes, poderia ser em Portugal ou no próprio Brasil na série B ou C para emprestar e desenvolver jogadores com participação na receita de venda ou até no passe, para motiva-los a escalar o jogador…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*