Leão trata Fabuloso como filho e espera pelo fim dos cartões

Fora contra o Santos por ter recebido o terceiro cartão amarelo diante do Internacional, Luis Fabiano foi o único entre os titulares que não foi para campo. Com indisposição estomacal, foi medicado e liberado.

A suspensão do atacante ainda é assunto no CT da Barra Funda. Na manhã desta sexta-feira, Emerson Leão voltou a falar sobre o tema. Enquanto isso, a diretoria estuda punição para o jogador e já recebeu comunicado do comandante.

 

– Ele tem acima de 30 anos, jogou na Europa, mas às vezes se perde no controle emocional. Eu me preocupo e mostro o perfil do árbitro, para que, se acontece amarelo, não seja por reclamação. Ele levou três amarelos e menos mal que ficou no amarelo. Acho que deveria haver uma atitude – explicou o treinador.

– Esperamos a inteligência dele como quando faz gol. É como um filho, então tem hora que precisamos mostrar a realidade. Precisamos sempre dele, mas tem ficado fora e passou da hora de diminuir o efeito negativo. Pela maneira que estamos conduzindo é um aprendizado legal e verdadeiro – completou Leão.

Fabuloso mais uma vez não enfrentará o Santos. Pelo Paulistão, perdeu a semifinal, também por ter recebido três cartões amarelos. Sem o camisa 9, ainda não está definido o capitão da equipe. Rhdolfo luta para se recuperar de lesão na panturrilha esquerda e passará por teste neste sábado. Caso não seja liberado pelos médicos, a tendência é que Denis fique com a braçadeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*