Leão passa confiança e aguarda trio da Seleção preparado contra Coxa

Neste sábado, no amistoso contra a Argentina, acaba o período de Bruno Uvini, Lucas e Casemiro na Seleção Brasileira. Na tarde de segunda-feira, o trio se reapresentará com o elenco no CT da Barra Funda e Emerson Leão conversará individualmente com cada um deles para prepará-los para o primeiro jogo das semifinais da Copa do Brasil, contra o Coritiba, na quinta-feira, no Morumbi. E espera recebê-los em boas condições.

“Na Seleção não se treina igual a clube, você se prepara só para o jogo e mais nada. Quando chegarem, vamos ver o que fizeram, o que falta e o que há em excesso de marketing, empresário, liberdade… Não sei, não vi. Deixe-os chegarem”, comentou o treinador.

O técnico do São Paulo não vê problema no fato de nenhum dos três ter recebido a chance de uma sequência como titular com Mano Menezes nestes quatro amistosos. “Minha preocupação é que a Seleção não fizesse mal, mas bem, e torço por isso. Os três não adquiriram titularidade, mas não passam de 21 anos. Isso é superfavorável. Já estão na Seleção, o que é difícil de acontecer, e todos estão dentro da lista das Olimpíadas.”

Em relação ao clássico contra a Argentina, a expectativa é pela oportunidade de Bruno Uvini começar o confronto caso Thiago Silva não tenha condições físicas de ser titular – o atleta formado pelo Tricolor já entrou durante a derrota para o México, no domingo. Mesmo com a condição de reserva também no clube, o zagueiro tem a confiança de Leão.

 

“Lógico que tenho prazer de ver um atleta do São Paulo em qualquer Seleção. O Uvini é uma pessoa fantástica, dedicada ao trabalho. Passou por uma situação desagradável contra o México, mas não comprometeu. Se for entrar contra a Argentina, melhor ainda. Vai adquirir anticorpos mais cedo”, apontou.

Trio da sub-20 precisa de paciência – Desde a tarde de quinta-feira, o lateral esquerdo Henrique Miranda, o volante João Felipe e o atacante Ademilson estão de volta ao São Paulo depois de participarem da conquista do Torneio 8 Nações com a Seleção Brasileira sub-20 no domingo, na África do Sul. Mas eles não devem esperar que o prestigio signifique chances imediatas.

“O capitão da sub-20 era o Uvini e está na Seleção mesmo jogando pouco aqui. Não temos pressa, curto prazo menos ainda. Treinar conosco não significa que está pronto. O Henrique está cansado de estar conosco, o Ademilson também e o João ainda não teve oportunidade e vai competir com muita gente na posição dele. Mas não precisa ter pressa nem iludir ninguém”, indicou Leão.

Da Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*