Juvenal ressalta autonomia de Ney Franco contra descontentes

Ney Franco pode até eventualmente ser demitido antes do fim de seu contrato, mas não sofrerá interferência da diretoria em seu trabalho, segundo Juvenal Juvêncio. O presidente do clube assegurou autonomia aotreinador, que gerou insatisfação em alguns jogadores ao longo da última semana.

“Continuo com a opinião de que ele é o técnico e sabe o momento da mexida. Não é o hábito dele (substituir jogadores aos cinco minutos do segundo tempo), mas é possível fazer, e ele tem feito. São decisões do técnico, e a gente respeita”, disse o dirigente.

No domingo passado, Paulo Henrique Ganso externou insatisfação ao ser sacado pouco depois do intervalo do clássico contra o Palmeiras. Ele falou palavrões, atirou um copo d’água e saiu de campo dizendo que estava bem em campo. Na quinta-feira, Lúcio foi substituído da mesma forma e nem ficou no banco de reservas, tendo visto do vestiário o restante da derrota para o Arsenal. Ao fim do jogo, foi o primeiro a ir para o ônibus.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Ney Franco tem respaldo de Juvenal Juvêncio diante das recentes mostras de insatisfação no grupo

“Certamente o Lúcio não gostou (da alteração). Se tivesse gostado teria sido pior. Mas não gostando… Ele saiu antes. O vestiário lá (em Sarandí) é extremamente desconfortável, e tenho a impressão que ele preferiu o ônibus”, minimizou Juvenal.

Apesar do característico bom humor, o mandatário são-paulino não aprovou o comportamento dos dois atletas.

“Muitas pessoas não gostam de ouvir o que eu vou falar, mas é fato. Ninguém perde a mão aqui, porque a mão é minha. Quem não estiver contente, tem que procurar um lugar de contentamento”, avisou, apostando que esses episódios não irão se repetir. “Até porque, se sair da linha mais correta, serão fortemente admoestados”.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Juvenal ressalta autonomia de Ney Franco contra descontentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*