Juvenal culpa indisciplina por ano ruim e diz já ter nomes de quem sai

Desde a chegada de Muricy Ramalho, Juvenal Juvêncio virou uma figura constante no dia a dia do São Paulo no CT da Barra Funda. De perto, o presidente viu treinamentos e, principalmente, traçou um perfil da crise vivida pelo time em 2013. A conclusão do mandatário foi de que a indisciplina teve papel determinante no fracasso da equipe em todos os torneios disputados. Por isso, mudanças acontecerão para 2014.

Juvenal não diz com todas as letras, mas insinua que há jogadores que abusaram em suas horas de folga.

– Nós vimos alguns pontos fracos na temporada. Claramente, vimos o comportamento, o que é muito importante. Se o cidadão vai à igreja é uma coisa. Se ao invés de ir à igreja vai a outro lugar, é diferente. Isso influencia no rendimento na partida. Aí a diretoria interfere, sim, fortemente. Verificamos alguns comportamentos dessa ordem. As peças que não foram bem, vamos trocar – afirmou.

Assim que foi contratado, o técnico Muricy Ramalho pediu que o presidente estivesse mais presente no centro de treinamentos. Juvenal atendeu ao pedido imediatamente. Viu treinos sentado no banco de reservas, caminhou livremente pelos vestiários e distribuiu puxões de orelhas a jogadores que não rendiam o esperado naquele momento. O dirigente, porém, acaba o ano decepcionado.

– O São Paulo não foi bem. Eu esperava mais. Algumas peças não foram bem. E peças que custaram dinheiro. Custaram sacrifício, suor, ousadia – lamentou.

Como resposta aos maus resultados, Juvenal promoverá mudanças no grupo. Jogadores serão liberados e outros envolvidos em transações. Os nomes estão sendo mantidos em sigilo, mas a lista não será pequena. Edson Silva, Mateus Caramelo, Clemente Rodríguez, Wellington, Denilson, Fabrício, Silvinho e Osvaldo estão na mira.

– Como posso fazer receita para o próximo ano se eu não sei quem deu certo no ano anterior? O São Paulo já sabe quem não vai ficar e sabe alguns (jogadores) que quer para a próxima temporada – disse.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*