Jogo da Libertadores pode definir ‘fim da linha’ para Ney no São Paulo

Ney Franco vive, na próxima quinta-feira, um capítulo que pode colocar muito drama na sua passagem pelo São Paulo. Depois de empatar por 0 a 0 com o Palmeiras, não conseguir achar um esquema que suporte Jadson e Ganso ao mesmo tempo e ainda ver um diretor vir a público criticar a atuação de sua equipe na Libertadores, o comandante precisa, de qualquer jeito, da vitória em cima do Arsenal de Sarandí. O detalhe é que o jogo acontece na casa do adversário e também é de vida ou morte para os argentinos.

Apesar de ter dado nota 10 para a sua atuação no clássico do último domingo, o comandante sabe que sua equipe tem caído vertiginosamente de produção quando os jogos são importantes ou os adversários são um pouco mais qualificados. Foi assim, por exemplo, contra The Strongest, Atlético-MG e Santos.

O comandante tenta afirmar que não está muito preocupado com seu futuro e sim com o resultado, mas ele mesmo admite que um resultado que não a vitória pode balançar o ambiente.

“Nossa palestra para esse jogo (contra o Palmeiras), embora precisássemos de motivação para o clássico, foi condicionada ao jogo de quinta-feira. Essa é a nossa fala básica (precisa vencer o jogo). A gente está com gordura no Paulista, mas, na Libertadores, estamos no osso. Não podemos mais bobear”, disse Ney.

“Temos de recuperar os três pontos deixados aqui. Depois de passar por esse clássico, especialmente nessas circunstâncias, ficamos esperançosos de fazermos um jogo melhor na quinta-feira”, completou.

O barulho pelas atuações ruins na Libertadores só não é maior por causa da liderança no Estadual. Apesar disso, a diretoria não deve dar muita importância ao Paulista caso o time não consiga nem passar da fase de grupos da competição sul-americana. Conselheiros próximos aos diretores sempre gostam de lembrar que Paulo Autori, que tem muito prestígio com os são-paulinos, está “dando sopa” no mercado.

Com quatro pontos, o São Paulo está na vice-liderança, mas cinco pontos atrás do líder Atlético-MG. O Arsenal tem apenas um ponto, conquistado no 1 a 1 com o São Paulo. O terceiro colocado é o The Strongest, que tem uma vitória e duas derrotas.

 

Fonte: Uol

3 comentários em “Jogo da Libertadores pode definir ‘fim da linha’ para Ney no São Paulo

  1. Se ñ ganhar quinta,diretoria pode trazer o Paulo Autuori,Ney Franco acha q o SP é os times pequenos que ele já comandou,aqui é outro nível e se ñ tá preparado,como demonstra ñ estar,pede p sair, tem excelentes peças na mão e ñ consegue fazer o time jogar,ontem só fez m…

    • O Autuori passou recentemente pelo Grêmio com péssimo resultado e ainda assim cobraria um salário absurdo. Ele foi bem na sua passagem pelo S.Paulo, mas sua passagem foi breve e ele pegou um time que já vinha jogando bem. Se for para trocar – sou contra! -, que venha o Muricy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*