Irreconhecível, time B perde em Mogi Mirim e pega Penapolense

O técnico Ney Franco decidiu dar descanso aos titulares e apostar em uma equipe reserva contra o Mogi Mirim, mas amargou a derrota por 1 a 0, neste domingo, pela rodada de encerramento da primeira fase do Campeonato Paulista. Com uma atuação apática, os garotos do Tricolor não ameaçaram a equipe da casa no estádio Romildo Ferreira.

O técnico Ney Franco esperava escalar Luis Fabiano neste compromisso, mas o atacante foi vetado com um novo problema médico, na coxa. Mesmo com o resultado negativo, o São Paulo encerra o turno do Paulista no primeiro lugar isolado, que já estava garantido com antecedência, com 41 pontos. Assim, com a vantagem do mando de campo em jogo único, o Tricolor enfrentará nas quartas de final o oitavo colocado, que é o Penapolense.

Já o Mogi Mirim, que também entrou na rodada já classificado, chegou ao segundo lugar, com 39 pontos, e assegurou o benefício de jogar em seus domínios nas quartas, contra o Botafogo-SP. O gol da vitória deste domingo foi marcado por Roger, depois de falha de Fabrício.

O jogo: O torcedor que esperava ver os reservas do São Paulo motivados a mostrar serviço se decepcionou logo no início da partida. O Mogi Mirim tomou o domínio do confronto, diante de uma equipe apática e com vários garotos no Tricolor.

Apesar da iniciativa, o clube da casa só ameaçou de verdade aos 18 minutos, quando Wagner soltou um chute forte da intermediária e exigiu defesa de Denis. Pouco depois, Henrique recebeu cruzamento na segunda trave e cabeceou na rede pelo lado de fora, assustando os visitantes.

Enquanto isso, os garotos do São Paulo pouco passavam do meio-campo, sem a colaboração dos atletas mais experientes, como Fabrício e Cortez. Com Cañete anulado pela marcação, Ademilson e Wallyson ficaram isolados na frente. Sem tantas chances para balançara as redes, o Mogi desperdiçou boa oportunidade quando Val recebeu livre e errou o cruzamento para Henrique.

No entanto, aos 40 minutos, o clube do interior não falhou. Fabrício tentou tocar para Rhodolfo na frente da área, mas deixou a bola de presente para Roger, que invadiu e chutou forte para superar o goleiro Denis. Antes do fim da etapa, Caramelo ainda arriscou um chute para fora.

No intervalo, o técnico Ney Franco tirou o volante Fabrício, com dores, para colocar o lateral direito Douglas, que se posicionou improvisado na linha de frente. Mesmo com a mudança ofensiva, o São Paulo seguiu pior na partida, e o treinador alterou de novo, aos 11 minutos. Cortez deixou o jogo para a entrada de Henrique Miranda.

O Mogi também passou por substituição, mas em função de problema de lesão de Henrique, que cedeu sua vaga a Wagninho. Instantes depois, Caramelo recebeu nas costas da defesa e desperdiçou boa chance, ao finalizar para fora. No último lance do jogo, Roni recebeu livre e concluiu, mas Denis salvou o São Paulo de levar mais um.

 

FICHA TÉCNICA
MOGI MIRIM 1 X 0 SÃO PAULO

Local: Estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira, em Mogi Mirim (SP)
Data: 21 de abril de 2013, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Braghetto (SP)
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo e Leandro Matos Feitosa (ambos de SP)
Cartão amarelo: Rhodolfo (São Paulo)
GOL: MOGI MIRIM: Roger, aos 40 minutos do primeiro tempo

MOGI MIRIM: Daniel; Caramelo, Tiago Alves, Lucas Fonseca e João Paulo; Magal, Val, Wagner (Juninho) e Roger (Carlos Alberto); Roni e Henrique (Wagninho)
Técnico: Dado Cavalcanti

SÃO PAULO: Denis; Lucas Farias, Rhodolfo, Edson Silva e Cortez (Henrique Miranda); Fabrício (Douglas), Rodrigo Caio, João Schimidt e Cañete (Adelino); Wallyson e Ademilson
Técnico: Ney Franco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*