“Inteiro”, Ceni volta para exercer liderança em decisão do São Paulo

O goleiro Rogério Ceni desfalcou o São Paulo por três rodadas do Campeonato Paulista, mas nem pensa em ficar fora do confronto decisivo da Copa Libertadores da América. O técnico Ney Franco confirmou que o capitão está totalmente recuperado das dores no pé direito e escalado para enfrentar o Atlético-MG, nesta quarta-feira.

“Ele está inteiro, treinou forte e até bateu tiro de meta. Não tem problema nenhum no pé, está 100% para o jogo”, afirmou o treinador, depois da atividade secreta na manhã desta terça-feira, quando o Tricolor encerrou sua preparação no CT da Barra Funda.

Mais do que o ganho técnico para o time, Ney Franco está interessado também na liderança de Rogério Ceni, principalmente pelo histórico do capitão em jogos do torneio continental.

“Ninguém discute a qualidade técnica dele, que tem experiência enorme em Libertadores. O clube já teve muita experiência positiva com ele sendo o desequilíbrio em sua função principal, que é defendendo. Além disso, dentro do vestiário, ele participa muito do lado emocional e entende o jogo. É preparado para decisões”, acrescentou.

O goleiro sofreu a lesão no pé direito durante o clássico contra o Corinthians, no dia 31 de março, em jogada polêmica com o atacante Alexandre Pato. Na ocasião, o árbitro assinalou pênalti para o Alvinegro, para desespero do goleiro, que, depois de receber atendimento médico, até se ajoelhou para negar a infração.

Mesmo com as dores, Ceni foi confirmado para o jogo seguinte, quando falhou na derrota para o Strongest. Depois disso, o goleiro foi preservado dos confrontos diante de Botafogo-SP, União Barbarense e XV de Piracicaba, todos pelo Estadual, enquanto fazia tratamento para ficar à disposição neste compromisso decisivo.

Assim como Rogério Ceni, o zagueiro Rafael Toloi está confirmado para encarar o Atlético-MG, em partida que vale a sobrevivência do São Paulo na Libertadores. Para se classificar, o time paulista precisa vencer o Galo e ainda torcer por um tropeço do Strongest contra o Arsenal de Sarandí.

O único desfalque por questões clínicas é o volante Maicon, com problemas musculares. Já o atacante Luis Fabiano e o meia Jadson estão fora porque terão de cumprir suspensão.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*