Gol de Pato, ‘encostados’ e jogo-treino: tudo igual no São Paulo após queda

O técnico Muricy Ramalho já havia adiantado e nesta quinta-feira, dia da reapresentação, veio a comprovação. Mesmo após a eliminação contra o modesto Penapolense, nas quartas de final do Paulista, pouca coisa mudou e deve mudar na rotina do clube nos próximos dias. No treino desta tarde, tudo que se viu nos anteriores: golaço de Alexandre Pato, jogadores preteridos treinando à parte e duelo contra garotos da base.

A começar por Pato. Não é mais novidade quando o atacante marca em treino no CT da Barra Funda. O desta quinta foi um golaço. Após receber passe na direita, ele cortou o zagueiro e bateu no ângulo, sem dificuldade. A diferença é que, com o fim do Paulistão, Pato não pode mais ser considerado reserva. Na quarta-feira que vem, contra o CSA-AL, na volta da primeira fase da Copa do Brasil, será igual a todos e deve ser titular. Ao contrário de alguns companheiros.

Como de costume, jogadores encostados por Muricy Ramalho continuam sem espaço. São os casos do lateral-esquerdo Clemente Rodríguez, o zagueiro Roger Carvalho, o volante Fabrício e o meia Cãnete. Os quatro não estavam nem no time reserva no jogo-treino no CT. Só entraram na terceira formação do grupo, treinando separadamente, enquanto os titulares no vexame contra o Penapolense fizeram um trabalho de recuperação. A situação dos atletas é ainda pior quando se leva em conta que Muricy espera por reforços para a sequência da temporada.

Após a eliminação para o Penapolense, o técnico disse que precisa aumentar o plantel, pois o Campeonato Brasileiro exige muito dos jogadores e as equipes acabam perdendo muitos pelo caminho, seja pelo excesso de viagens ou lesões. Neste ponto, o volante Hudson, do Botafogo-SP e Wesley, do Palmeiras, já foram sondados.

Um alento foi a aparição do volante Souza, que se recupera de uma lesão no joelho direito. Pela primeira vez, o jogador fez trabalho com os preparados físicos no campo e com bola. Ele deve estar apto para enfrentar o CSA. No confronto de ida, o Tricolor venceu por 1 a 0, e só precisa de um empate para avançar.

Fonte: Lance

3 comentários em “Gol de Pato, ‘encostados’ e jogo-treino: tudo igual no São Paulo após queda

  1. Ja que esses jogadores, Clemente Rodríguez, Roger Carvalho, Fabrício e Cãnete, não servem pq não dispensam?
    Eu acho que quando não serve manda-se embora.

  2. O Mediocrecy reclama de plantel mas nada faz para mudar, nem sequer experimenta outros jogadores, como o Boschila e o Canete no meio, ao invés do sonolento Ganso. Depois fica dando as desculpas de sempre empurrando a responsabilidade para os jogadores. Aloas, pra que plantel qualificado se ele só utiliza os mesmos jogadores?
    Muitoa esqueceram de 2009 quando to do mundo já estava de saco cheio desse treineiro que só tinha um esquema, só que ele voltou como heroi injusticado, como se fosse um gênio.
    Maisbuma vez perdeu um mata mata, e o pior que agora para times pequenos (Ponte e Penapolense).
    Aindapor cima b

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*