Gobbi descarta acordo para Pato encarar Corinthians: ‘Não tem cabimento’

Se depender do presidente Mário Gobbi, o atacanteAlexandre Pato não vai enfrentar o Corinthians no período em que estiver defendendo o São Paulo – até o fim de 2015. Após a diretoria tricolor ter cogitado a possibilidade de dar fim a um “acordo de cavalheiros” envolvendo Pato e também Jadson, que não pode enfrentar o ex-clube, o presidente corintiano descartou a possibilidade de mudar o combinado.

– Não é possível, por uma razão simples. Primeiro, que o documento existe. Segundo, que o futebol é engraçado… Em 2007, o Corinthians emprestou o Roger (Flores, hoje comentarista) ao Flamengo, e o gol que nos fez cair para a Série B foi do Roger, em cima do Corinthians, vitória por 2 a 1 do Flamengo, no Maracanã. Agora estão pedindo para eu liberar o Pato para jogar contra o Corinthians? Ah, meu Deus – disse Gobbi.

O presidente insistiu em uma suposta falta de coerência de quem defende o fim do acordo. Na derrota por 3 a 2 para os tricolores, neste domingo, Jadson não pôde jogar por causa disso. Do outro lado, Pato ainda não tinha condições de estrear. A intenção da diretoria são-paulina era mudar o panorama no Campeonato Brasileiro – o primeiro clássico entre as equipes é no dia 11 de maio, no Morumbi.

Incomodado, Gobbi ainda lembrou que o Corinthians paga metade do salário de Pato, que está emprestado ao rival. Jadson, por sua vez, foi contratado pelo clube alvinegro de forma definitiva.

– Ou você pensa de uma forma, ou de outra. A nossa coerência é lé com lé, cré com cré. O Pato é jogador do Corinthians, e em janeiro de 2016 ele tem de se apresentar na Rua São Jorge, 777, quinto andar. Ele só esqueceu isso. Nós pagamos só 50% do salário dele. Como vai jogar contra nós? Não tem cabimento – avisou o presidente.

Alexandre Pato vai estrear pelo São Paulo nesta quarta-feira, contra o CSA, em Maceió, no primeiro jogo da equipe na Copa do Brasil.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Gobbi descarta acordo para Pato encarar Corinthians: ‘Não tem cabimento’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*