Gerente corintiano repreende Mano e Romarinho por acusações ao SP

Após a eliminaçao do Corinthians no Paulistão neste domingo, Mano Menezes e Romarinho causaram polêmica ao falar sobre uma possível “entregada” do rival São Paulo diante do Ituano, que teria contribuído diretamente para a desclassificação. Um dia depois, de cabeça mais fresca, o gerente executivo do alvinegro, Edu Gaspar, fez questão de negar a possibilidade.

“Não houve isso. O problema foi do próprio Corinthians, temos que assumir os erros e não repeti-los. Está claro onde deixamos a desejar, em teoria, nesse jogo contra Penapolense, deveríamos estar brigando pela classificação em primeiro do grupo, não lutando por uma possível classificação e dependendo de outros”, afirmou.

O executivo atribuiu as declarações ao nervosismo normal do atacante e do treinador apços um resultado negativo. Como ex-jogador, considerou a atitude dos dois compreensível, consideradas as circunstâncias.

“Quanto ao Romarinho e ao professor Mano Menezes, eu já estive lá dentro, sei o que é falar no calor do jogo. Saindo de uma desclassificação, pegaram o Romarinho, é normal falar essas coisas nesse calor, o Mano da mesma forma. Você faz reflexões rapidamente ali. Mas hoje, conversando, expondo os erros e acertos, a gente começa a refletir melhor” explicou.

Edu garantiu, ainda, que logo após as polêmicas declarações questionando a postura do rival, a diretoria corintiana orientou para que não se manifestassem mais a respeito do caso, e foi atendida.

“Depois do jogo, pedi para o Denis (assessor de imprensa do clube) comunicar o Romarinho para que não se manifestasse mais dessa forma, que esperasse para termos uma conversa. Foi como eu disse, no calor a gente acaba citando algumas coisas, acaba falando, mas hoje estou aqui para representar todos, inclusive a comissão técnica. Quem está falando aqui é o clube, é o resultado da conversa dessa manhã”, disse.

Independentemente do rival ter facilitado ou não na derrota para o Ituano, não muda a realidade de que o Corinthians está fora do restante do Campeonato Paulista. O gerente alvinegro avisa que isso serve de alerta, e deixa claro que a busca por reforços será intensificada para o restante da temporada.

“Temos que estar atentos sim, isso que aconteceu não foi um fato normal, pelos parâmetros do Corinthians. Vamos buscar as soluções de planejamento e futuras contratações para que possamos qualificar esse elenco. Quanto ao Brasileiro, claro que nos serve de alerta isso, tivemos alguns erros que não podemos voltar a ter em nenhum tipo de competição. A gente tem que sentar com calma agora, para que possa ver as posições, como podemos qualificá-las para tornar o elenco mais forte. Depois de tudo isso, estamos correndo atrás de bastante coisa”, finalizou.

O Corinthians volta a campo pelo Paulista no próximo domingo, para cumprir tabela, diante do Atlético Sorocaba. Na quarta-feira, encara o Bahia de Feira de Santana, pela Copa do Brasil.

 

Fonte: UOl

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*