Ganso joga mal e Muricy critica criação. Pato já pode atuar…

Paulo Henrique Ganso não consegue reproduzir neste início de 2014 a mesma boa fase que apresentou na recuperação do São Paulo contra o rebaixamento no Brasileirão, no fim de 2013. Nesta quarta-feira, ele teve mais uma atuação ruim na eliminação diante do Penapolense, nas quartas de final do Paulistão, após disputa de pênaltis decorrente do 0 a 0. Após o jogo, o técnico Muricy Ramalho não apontou o dedo ao camisa 10, mas criticou a criação, no que pode ser um indicativo de mudança: acabou o veto a Alexandre Pato.

Muricy após a queda que não faltou empenho ao São Paulo, mas sim futebol. Quando questionado sobre qual seria o principal detalhe que contribuiu para a carência, disse: “Criação. Foi a criação. Time tem que melhorar na criação”.
O treinador, no entanto, tentou dizer que o recado não era especificamente para Ganso. Argumentou que, além do meia, os volantes – no caso, Maicon e Wellington – também são responsáveis pela carência.
“Não é só o Ganso. A gente joga com dois caras abertos. Hoje quem arma o time no futebol são os volantes. Também faltou, não pode só pôr o Ganso”, afirmou o treinador.
Apesar de elogiar constantemente, ser fã declarado e manter boa relação com Paulo Henrique Ganso – com quem foi campeão da Copa Libertadores, pelo Santos, Muricy Ramalho já colocou o camisa 10 no banco de reservas neste início de 2014. Ganso chegou a se sentar no banco para promover outra alternativa de montagem de equipe, sem um armador e com um segundo atacante, que encosta em Luis Fabiano. O colombiano Dorlan Pabon foi o primeiro a roubar a vaga, e logo depois veio Alexandre Pato.
Pois é este o novo obstáculo de Ganso. Pato, a partir de agora, poderá jogar todas as partidas que o São Paulo disputar – exceto as contra o Corinthians, com o qual tem contrato -, pois o atacante só estava impedido de atuar no Paulistão. Apesar de jogarem em diferentes posições, Muricy já afirmou que vê Pato como segundo atacante, o que impediria a escalação de Ganso. Na estreia do time da Copa do Brasil, contra o CSA, o camisa 10 foi ao banco para Pato atuar com Luis Fabiano no ataque.
“Ele [Alexandre Pato] está sofrendo demais porque chega todo dia e treina mais do que os outros. A pior coisa do mundo para o jogador é não jogar. É um jogador diferenciado, de qualidade acima da média. Está treinando muito bem, caiu muito bem no elenco, diferenciado como pessoa. É um cara muito educado, agradável e responsável. Não é à toa que chegou na Europa e jogou em grande clube. Não é um jogador comum, não”, elogiou, Muricy, após a eliminação no Paulistão, ao comentar sobre a possibilidade de utilizar Pato em breve.
O próximo jogo do São Paulo será pela Copa do Brasil, partida de volta contra o CSA, no dia 9 de abril. Alexandre Pato já está escalado para o confronto, e só precisa de uma vaga. Agora, Ganso é o maior favorito a cedê-la. Muricy, no entanto, vislumbra alguma chance de encontrar uma formação para todos, mas sem muita esperança.
“Não sei, tem umas outras ideias que estamos tentando, para encaixar todos esses bons jogadores. O grande problema é que a gente não pode pôr em prática, não dá tempo”, concluiu.
Fonte: Uol

Um comentário em “Ganso joga mal e Muricy critica criação. Pato já pode atuar…

  1. Engraçado! Ele não comenta a distância entre os jogadores do SP em campo. Por que manter a zaga e o volante tão atrás e ainda ficar berrando na cabeça do Páruim para correr atras do lateral? Culpa de quem o péssimo posicionamento em campo do tricolor? E ainda ele vem dizer que o jogo não foi bom para o Penapolense. . .
    Foi bom pra quem, então, cara pálida? Tomou um nó do Narciso – tb não precisa ser muita coisa para dar um nó tático em time do Murici; principalmente quando o time dele tem obrigação de ganhar.
    Tamo mal de técnico! . . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*