Ganso diz que pressão no São Paulo é justa e admite que precisa melhorar

Paulo Henrique Ganso concorda com a pressão feita pela torcida, imprensa e diretoria no São Paulo. O jogador afirma que o time não está em uma situação confortável na Libertadores após a derrota por 2 a 1 para o Arsenal, mas acredita que ainda há esperança de classificação.

Com quatro pontos, o time brasileiro está na segunda colocação do grupo 3 da competição, empatado com o Arsenal de Sarandí. A tabela é complicada porque a equipe tricolor sobe a montanha para enfrentar o The Strongest, na altitude de La Paz, onde os comandados de Ney Franco já se complicaram para enfrentar o Bolívar. Por fim, a última rodada acontece no Morumbi, mas diante da sensação do torneio, o Atlético-MG, único time 100%.

“Sim (a pressão é justa). A gente que se colocou nessa situação e vamos ter de sair. Mas eu sei que só depende da gente mesmo para sair dessa”, disse Ganso no desembarque da delegação no Aeroporto de Guarulhos.

“Agora, a gente tem de jogar um perto do outro (para superar a altitude). E vamos ter que ter muita garra para superar as dificuldades”, completou.

Cercado por fotógrafos, o camisa 8 diz que, individualmente, ele também sabe que precisa melhorar para poder justificar o investimento de R$ 24 milhões feito pelo time para tirá-lo do Santos.

“Sim, estou satisfeito com a minha situação no São Paulo, mas eu sei que tenho que melhorar sempre. E é isso que eu estou buscando”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*