Fabrício reclama de substituição e aumenta lista de “revoltados”

Em menos de um mês, três jogadores deixam o campo reclamando publicamente com Ney Franco. Depois de Lúcio e Paulo Henrique Ganso, neste domingo, foi a vez de Fabrício. O volante não gostou de sair do campo enquanto o São Paulo enfrentava o Botafogo, em Ribeirão Preto, no Estádio Santa Cruz. O placar terminou em 3 a 1 para os visitantes.

Segundo o Sportv, o jogador sentou no banco de reservas e questionou o técnico por ter sido substituído. Antes, as imagens também haviam mostrado o jogador sair sem cumprimentar o treinador e reclamando olhando em direção a Ney, que ignorou e apenas seguiu assistindo ao jogo.

Ney Franco chegou a declarar que não toleraria mais reclamações públicas e recebeu o aval de Juvenal Juvêncio, que disse que estava ao lado do treinador na entrevista que deu ao UOL Esporte.

O primeiro a inaugurar a lista de reclamações públicas foi Paulo Henrique Ganso. Substituído contra o Palmeiras, o meia atacou um copo d’água em direção do banco de reservas.

Depois, foi a vez de Lúcio deixar o jogo em que o São Paulo foi derrotado por 2 a 1 para o Arsenal de Sarandí. O zagueiro deixou o campo reclamando, não ficou no banco de reservas até o apito final e ainda se direcionou ao ônibus antes da preleção pós-jogo de Ney. No veículo, ainda se portou com os pés para cima e mãos na cabeça.

Depois disso, Lúcio passou a frequentar o banco de reservas e deixou a vaga para Edson Silva.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*