Evangelista valoriza aprendizado após primeiro ano no profissional

Durante a disputa da temporada 2013, assim como tem feito nos últimos anos, o Tricolor apostou nas revelações do Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia. Rodrigo Caio e Ademilson, por exemplo, foram figuras constantes nas escalações do time principal. No entanto, além da dupla, outro garoto recebeu oportunidades no profissional: Lucas Evangelista.

O meia-atacante, de apenas 18 anos, ganhou algumas chances ao longo do ano e reforçou a equipe são-paulina. Polivalente, o camisa 20 atuou na armação, ataque e até na lateral esquerda. E após estrear no São Paulo, Lucas Evangelista deixou o nervosismo para trás e já projetou que 2014 poderá ser ainda melhor.

“No começo, logo quando subi, foi um choque grande. O tratamento da base é diferente, mas com o passar do tempo fui me adaptando ao estilo de jogo. Infelizmente não tivemos um ano bom, mas pessoalmente foi produtivo”, afirmou o atleta, que marcou um dos gols mais bonitos do Tricolor na temporada.

No duelo contra a Portuguesa (2 a 1), no Canindé, no dia 11 de agosto, o camisa 20 mostrou personalidade e deixou o gramado como um dos atletas mais elogiados do clássico paulista. Logo aos 26 segundos do segundo tempo, Evangelista fez linda jogada, fintou os marcadores e marcou um belo gol. No lance, Lucas matou a bola no peito, aplicou um chapéu no zagueiro e tocou com categoria na saída do goleiro Lauro.

“O pessoal sempre comenta comigo sobre esse gol. Foi mérito do meu esforço e da confiança do São Paulo em mim. Antes daquele jogo, o Paulo Autuori me passou tranquilidade. Nós conversamos bastante e disse que, no futebol, não tem essa de idade ou nome. Eu tinha que entrar lá e jogar. Consegui fazer o gol e tenho certeza de que em 2014 virão mais”, completou o meia-atacante são-paulino.

 

Fonte Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*