‘Envergonhado’, dirigente diz que ‘São Paulo está carente de bons jogadores’

Que 2013 ficou longe daquilo que o torcedor são-paulino imagina, todo mundo sabe. O goleiro Rogério Ceni, capitão da equipe, admitiu isso publicamente. E o técnico Muricy Ramalho também deixou clara a necessidade de reforços para 2014. Diante disso, o vice-presidente de futebol do Tricolor, João Paulo de Jesus Lopes, admitiu que a temporada “teve momentos horríveis” e afirmou que busca qualificar o elenco, mas priorizando o “bom e barato”.

Em entrevista à rádio Bandeirantes, o dirigente desabafou. Afirmou estar “envergonhado” com algumas derrotas da equipe, “carente de bons jogadores”.

– Pretendemos contratar jogadores, é óbvio que o São Paulo está carente de bons jogadores. Tivemos momentos horríveis este ano, como a derrota para a Ponte Preta, a eliminação na Libertadores, o vexame daquela partida contra o Atlético-MG, a derrota para o rival (Corinthians) na Recopa sem jogar nada… Estamos envergonhados por tudo isso, e é óbvio que temos a obrigação de resolver essa questão – disse Jesus Lopes.

– Tenho dó do são-paulino que faz festa linda no estádio e se frustra com o resultado, e sofre gozação do colega de escritório no dia seguinte – emendou.

Jesus Lopes falou também sobre as críticas que a diretoria tem recebido por sua política de contratações. O dirigente brincou com o fato de estar sendo “atacado” na imprensa por não falar abertamente sobre o planejamento da equipe. Ele explicou que isso faz parte de uma tática para que o mercado não fique inflacionado para o São Paulo. Jesus Lopes também negou a possibilidade de haver uma lista de dispensas – como foi feita na metade do ano, quando sete jogadores foram dispensados após a eliminação na Libertadores.

– Coloquem-se na posição do dirigente. Não podemos desvalorizar nosso patrimônio, falando em lista de dispensas, não poderíamos falar nunca isso. E se falar que vou abrir o baú, tudo fica caríssimo, principalmente porque todo mundo sabe que o São Paulo tem uma boa situação financeira – argumentou.

– Essa história de “bom e barato” é o ideal, mas não é condicionante. É claro que o ideal é ter algo bom e barato. Isso vale para quando você vai comprar um carro, quando vai ao mercado, é o nosso desejo numa sociedade de consumo, comprar algo bom e que seja barato – emendou.

Perguntado sobre o interesse no volante Bruno Henrique, da Portuguesa, Jesus Lopes se limitou a dizer que “é um bom jogador”.

 

Fonte: Globo Esporte

3 comentários em “‘Envergonhado’, dirigente diz que ‘São Paulo está carente de bons jogadores’

  1. Aleluia, Aleluia, Aleluia.
    Um bom sinal, ainda bem que alguem da diretoria
    diz algo muito verdadeiro.
    Estao concientes do baixo nivel que deixaram nosso time.
    O tal do adalberto porchi, e que e o fanfarrao com certeza.
    Nao sabe distinguir um lucio bmw dispensado e em final de carreira,
    dos grandes zagueiros que passaram por nosso time Lugano, Oscar, Daryo Pereira.
    E o responsavel pelo maior mico de todos os tempos a volta do
    artilheiro dos gols inuteis do paulistinha, o tal de pipokkkero,
    que ja devia ter aposentado.
    Enfim, isso e muito bom, estao vendo o quanto contrataram erroneamente,
    Esperamos nos livrar da maioria desses meias boca, na proxima temporada,
    inclusive dirigente, esses principalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*