Em férias, Ganso visita o São Paulo

O São Paulo recebeu uma visita na última terça-feira, antes da partida contra o Vitória, que terminou em 3 a 0 para o clube do Morumbi. Paulo Henrique Ganso foi ao Centro de Treinamento da Barra Funda e conversou com membros da comissão técnica, jogadores e funcionários da equipe.

“Visitar o São Paulo é parada obrigatória nas férias (risos). Tenho um carinho enorme pelo clube e fiz muitos amigos aqui. Ano passado, visitei o Morumbi e, neste ano, foi a vez de rever o pessoal no CT. Foi especial reencontrar a rapaziada e matar a saudade do Tricolor”, declarou o meio-campista do Sevilha, que assistiu a vitória do Tricolor por 2 a 0 sobre o Avaí no ano passado.

Ganso – que defendeu o São Paulo entre 2012 e 2016, conquistando a Copa Sul-Americana – fez o mesmo gesto que  -outros jogadores identificados com o time já fizeram durante as férias do futebol europeu. Mineiro, Alexandre Pato, Lucas Moura, David Neris, entre outros também já visitaram o clube enquanto descansavam no Brasil.

O jogador de 28 anos foi a campo com a camisa do Tricolor em 221 oportunidades e foi o atleta que mais defendeu o clube durante a sua passagem, superando Rogério Ceni (206) e Rodrigo Caio (155). Entre 2012 e 2016, ele marcou 24 gols e deu 49 assistências, conseguindo 105 vitórias, 45 empates e 71 derrotas.

Negociado ao Sevilha no meio de 2016, Paulo Henrique Ganso vem perdendo espaço no time espanhol. Em 2017/18, ele disputou apenas 11 jogos, marcando quatro gols e dando três assistências, após ter começado a temporada bem. Nas redes sociais, após o São Paulo ter divulgado as fotos da visita, a torcida pediu para o meia retornar ao Morumbi.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

9 comentários em “Em férias, Ganso visita o São Paulo

  1. Bom, ñ foi exatamente assim… o SPFC vendeu mais do q esperava pro ano, logo no início e poderia ter vendido apenas o L. Araújo e o Lyanco, cujas propostas somadas rondam o valor do Neres, sendo q nem 4 Lyancos / Araújos valem o q ele vale.

    Mas é só a minha opinião.

    • Na verdade ele foi vendido antes dos dois e nem chegou a jogar com o R.Ceni.
      Mas concordo que ele vale mais que os dois citados juntos.
      E ele pelo visto ainda vai brilhar em algum grande europeu.

      • Jairo, antes de receber a proposta do Ajax, já havia uma proposta do Lille, de 6,5 mi de euros – q foi recusada -, q somados à tb já existente proposta de 5,5 mi pelo Lyanco, fechava os mesmos 12 milhões pagos pelo Ajax.
        Somente depois da venda do Neres, o Lille aumentou a oferta pelo Araújo para 9,5 milhões.
        E, sim, por certo ele brevemente jogará num dos top 6 europeus.
        Só por analogia, acho-o melhor q o Douglas Costa.
        Mas é isso aí, abraço.

  2. Li hoje q o sãto Paulo está tentando contratar pedro rocha, ex Grêmio, q o vendeu por 12 mi de euros aos russos.

    Se havia alguma dúvida sobre o quão ruim foi a negociação do David Neres, muiiiiiiíiiiiiitooooo + jogador q esse cara, o valor q o Grêmio conseguiu é de matar de vergonha!

    OK, o cara é bom jogador e tal, mas custo a crer q ninguém no SPFC notou q Neres é um jogador especial.

    E nem os 20% q o clube manteve dos direitos dele e os prováveis 3 mi de euros de bônus ñ atenuam nossa perda, pq enqto pedro rocha jogou 3 anos pelo Grêmio e deu lucro esportivo ao time dele, o SPFC teve resultado esportivo zero.

    Com o agravante de q ele foi vendido a contragosto.

    • Concordo que David Neres poderia ser vendido por um preço bem melhor, afinal ele é bem mais jogador que o Pedro Rocha, MAS…..as situações são totalmente diferentes. O SPFC na época da venda estava afundado em dívidas e precisava urgente fazer dinheiro para saldar dívidas e inclusive pagar salários. Já o Grêmio não atravessava a mesma situação, e Pedro Rocha vinha num time vitorioso, em boa fase e com muitos mais jogos no time do que Neres no SPFC.

    • David Neres certamente é diferenciado e jogaria mais pelo SPFC do que está jogando pelo Ajax.
      O David Neres e sua família é ali de Osasco, família grande , o dinheiro falou mais alto pra ele tbm, ótimo garoto e São Paulino como a gente, mas an época ele quis sair.
      Tenho uma amiga que frequenta a casa dele desde criança, e ela me disse que ele e a família acharam melhor ir.
      Claro que o SPFC poderia ter feito uma oferta vantajosa, mas na situação da época a venda seria boa para ambas as partes; menos pra nós torcedores que perdemos um excelente jogador.

      • Então, eu sei q há diferenças entre o q se diz à mídia e o q se fala aos mais próximos, mas vi o menino num bate bola da ESPN dizer q queria ter ficado mais tempo antes de sair, disse até q à época da venda ele ñ se achava pronto pra ir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*