Em alta, Carleto revela: ‘Estou vivendo o momento que eu esperava’

O lateral-esquerdo Carleto iniciou a temporada entre os reservas, mas aproveitou as oportunidades e agora é titular da equipe são-paulina. A consistência ao setor defensivo, aliado ao poder de conclusão ao gol tem feito do jogador uma arma importante do técnico Ney Franco.

O camisa 16 reconhece esse bom momento com a camisa tricolor e diz que sempre almejou alcançar esse “status” na equipe do Morumbi. Contudo, tendo em vista a situação delicada na Copa Libertadores, o jogador afirma que faria de tudo para reverter a condição do time.

– Particularmente, o meu momento é bom, estou vivendo o momento que eu esperava, mas que foi adiado por muitas coisas. O momento do Carleto está sendo agora. É claro que eu trocaria esse momento pela campanha na Libertadores, que temos de melhorar. Estou muito contente, preciso estar mostrando, a concorrência aqui é muito grande, em todas as posições. Eu sei da responsabilidade e estou tentando representar da melhor maneira – declarou o jogador.

Carleto enalteceu bastante a sua passagem pela equipe do Fluminese, na temporada passagem, clube pelo qual conquistou a Taça Guanabara, o Campeonato Carioca e também o Brasileirão. Para ele, o apoio do técnico Abel Braga e a concorrência com Carlinhos o fizeram crescer e ter ainda mais ímpeto para ser titular.

Agora, de volta ao São Paulo, visa ao jogo contra o Atlético-MG. Para ele, o time tem de se concentrar tecnicamente, taticamente, mas, além disso, ter o lado psicológico bem trabalhado.

– É psicológico, temos de saber o que a gente tem de fazer. O professor deixou claro o que ele quer. A gente tenta fazer, (a vitória) não vem, às vezes vem. A gente criou essa situação, dentro de campo, jogando. A torcida vai vaiar, vai vir protestar. Não está tranquilo. Temos a responsabilidade enorme. A parte psicológica é a mais importante, dentro do campo, que a gente pode mudar isso – completou o jogador, autor de cinco assistências nessa temporada.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*