Donovan exalta Fabuloso em final das Confederações: ‘Acabou com a gente’

O meia-atacante da seleção dos EUA, Landon Donovan, pôde reencontrar o “carrasco” do escrete americano na Copa das Confederações de 2009: Luis Fabiano. Na oportunidade, após o time da América do Norte ter aberto dois gols de diferença no primeiro tempo, o atual camisa 9 são-paulino foi às redes duas vezes, enquato Lúcio marcou o outro tento da vitória do Brasil por 3 a 2 na final da competição.

No período de aclimatação para a disputa da Copa do Mundo, o camisa 10 dos EUA relembrou da grande atuação de Fabuloso pela Seleção Brasileira.

– Eu lembro muito bem do Luis Fabiano pela Copa das Confederações, em 2009. Estávamos ganhando de 2 a 0 no intervalo e acreditávamos mesmo que iríamos vencer o Brasil. Mas aí, logo na volta dos vestiários, ele faz um gol incrível. Depois, faz mais um e empata o jogo. Para nós, a esperança acabou ali. Ele acabou com a gente, mudou totalmente o jogo – declarou o americano, durante entrevista coletiva, nesta quinta-feira, no CT da Barra Funda.

Mesmo com a pouca divulgação do esporte em seu país, Donovan começou a jogar futebol por conta do seu irmão mais velho. Ele até afirma que assistiu à final entre Brasil e Itália, na Copa do Mundo de 1994, em que o escrete canarinho conquistou o tetracampeonato. O torneio foi disputado nos EUA.

Agora, o camisa 10 deseja um novo confronto diante do time pentacampeão do mundo, em solo brasileiro, e espera que o time americano possa obter mais sucesso.

– Para mim, seria um sonho jogar contra o Brasil, porque isso significa que passamos da primeira fase. É a nossa expectativa, mas temos um grupo difícil. Todos no mundo conhecem os jogadores brasileiros – completou.

Confira a ficha técnica da final da Copa das Confederações de 2009:

BRASIL 3 X 2 ESTADOS UNIDOS
Estádio: Ellis Park, Johanesburgo (África do Sul)
Data/hora: 28/6/2009 – 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Martin Hansson(SUE)

Cartões amarelos: Felipe Melo, André Santos e Lúcio (BRA); Bocanegra (EUA).

GOLS: Dempsey, 10’/1ºT (1-0), Donovan, 27’/1ºT (2-0); Luis Fabiano, 1’/2ºT (2-1), 29’/2ºT (2-2), Lúcio, 39’/2ºT (3-2).

BRASIL: Julio Cesar, Maicon, Lúcio, Luisão e André Santos (Daniel Alves, 21’/2ºT); Gilberto Silva, Felipe Melo, Ramires (Elano, 22’/2ºT) e Kaká; Robinho e Luis Fabiano. Técnico: Dunga.

ESTADOS UNIDOS: Howard, Spector, Onyewu, Bocanegra e DeMerit; Clark, Feilhaber (Kljestan 30’/2ºT), Dempsey e Donovan; Altidore (Bornstein, 30’/2ºT) e Davies. Técnico: Bob Bradley.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*