Denilson vira referência em desarmes e passes certos no São Paulo

A imagem do volante marcador, especialista em desarmes e sem muita categoria com a bola nos pés, não tem se encaixado ao são-paulino Denilson. Com 340 passes certos na Libertadores – aproveitamento de 92,4% -, o meio-campista só fica atrás de Sérgio Otálvaro, do Tolima, que tem 347 passes em oito jogos.

– Isso é consequência do meu trabalho. Não entro em campo pensando em quantas bolas vou roubar, mas tenho que ajudar a minha equipe. Seja defendendo ou atacando, fico feliz por esses números tão significativos – disse Denilson, em entrevista ao site oficial do Tricolor.Elogiado pelo técnico Ney Franco após a vitória contra o Atlético-MG na última quarta-feira, por 2 a 0, Denilson, ao lado de Wellington, praticamente anulou as ações ofensivas do meia Ronaldinho Gaúcho.

Além de assumir a vice-liderança no ranking de passes certos da competição sul-americana, a boa atuação contra o Galo rendeu ao camisa 15 o posto de jogador com o maior número de bolas roubadas do São Paulo (média de 3,4 por partida.  Fonte: Globo esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*