Denilson revela reunião com diretoria e diz que pode sair do São Paulo

O volante Denilson tem contrato com o São Paulo até 2017, mas pode deixar o clube ao término desta temporada. O próprio jogador revelou a possibilidade nesta quinta-feira, um dia após a eliminação do São Paulo para a Ponte Preta, na semifinal da Copa Sul-Americana, em Mogi Mirim. O atleta afirma que vai se reunir com a diretoria no fim deste ano para definir o futuro.

“Sobre meu futuro, não sei. Mas minha temporada não foi boa. Particularmente, não foi boa. Não sei por que, não vou colocar a desculpa de que operei o joelho. Mas não fui bem. Espero voltar no ano que vem, aqui ou em outro lugar, mas melhor”, falou Denilson, em entrevista coletiva nesta quinta-feira, no CT da Barra Funda, abrindo a possibilidade de trabalhar em outro clube em 2014.

Questionado sobre a frase, Denilson admitiu que existe possibilidade de sair: “Existe. Claro que existe. Falo isso porque não sei o que o São Paulo planeja, não sei o que vai fazer. O meu foco é ficar porque tenho contrato até 2017”, acrescentou.

O volante foi revelado pelo São Paulo, participou do elenco campeão do mundo em 2005, no Japão, e em 2006 foi vendido ao Arsenal (ING). Em 2011, retornou ao Morumbi por empréstimo, teve o vínculo renovado por um ano na última temporada e foi adquirido definitivamente no mês de julho, após o término do contrato com o clube inglês.

Em 2013, Denilson sofreu com lesões, mas foi mantido como titular com os três técnicos que comandaram a equipe na temporada, enquanto pôde ser usado. Mesmo assim, o volante termina o ano em baixa, após intensa queda de rendimento. Ele diz querer apagar essa temporada da carreira.

“Acho que foi um dos piores que o São Paulo passou, pelo momento que vivemos no Campeonato Brasileiro. Foi com a chegada do Muricy que as cosisas melhoraram. Não sei se foi treinador ou não, mas mudou. Estávamos bem na Sul_Americana até chegar a Ponte Preta, onde nós pecamos, dentro de casa. Desperdiçamos a chance. Ontem lutamos até o final, mas não

Dizer que o time é limitado eu não posso. Porque jogadores que estão aqui são de alta qualidade. Fut é resultado. Se ganha, é bom. Se perde, você não serve mais para o São Paulo. Até o ano passado estávamos bem. O São Paulo tem um dos melhores elencos. O que posso dizer é que esse ano foi ruim. Cada jogador que participou desse ano tem que pensar, buscar sempre melhorar.

“Esse ano 2013 eu quero apagar. Pensar em 2014, se for ficar, se não. Vamos conversar com a diretoria. Vamos ver o que for bom para a diretoria. E eu saio mais triste por estar no São Paulo, que é uma instituição de nome, de Europa, instituição que todos procuram. Fico chateado por isso”, falou.

Denilson ainda disse que espera retomar o futebol em 2014 com mais maturidade: “Eu quero trabalhar. Esse ano de 2013 eu quero esquecer. Ano que vem é outro assunto, quero voltar com a mente mais forte, mais experiente. Importante agora é terminar esses dois jogos e esfriar a cabeça”, concluiu.

 

Fonte: Uol

5 comentários em “Denilson revela reunião com diretoria e diz que pode sair do São Paulo

  1. Depois de escaparmos do rebaixamento essa pode ser a segunda melhor conquista do ano.
    E para ser perfeito, só falta o Paulo Miranda dizer que quer sair, também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*