De reserva a capitão, Lúcio une time e saúda torcida após vitória

Novamente titular do time principal do São Paulo, Lúcio foi também capitão nesta quarta-feira, frente ao União Barbarense, na ausência de Rogério Ceni. E agiu como tal. Após a vitória de virada por 2 a 1, ele uniu os colegas em campo e saudou os são-paulinos presentes no Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães.

No início da semana, dias depois do protesto de uma torcida organizada em frente ao CT da Barra Funda, o zagueiro cobrou apoio em meio ao momento delicado na Copa Libertadores – a equipe precisa de combinação de resultados na última rodada, daqui a uma semana, para se classificar. Chegou a dizer que era obrigação dos torcedores irem ao estádio para dar suporte ao elenco.

Satisfeito em Santa Bárbara d’Oeste, o camisa 3 então fez questão, logo após o apito final, de juntar os companheiros para agradecer aos torcedores pelo comportamento ao longo da virada com um jogador a menos. O triunfo começou a ser construído pelo atacante Aloísio, que, depois de ter empatado o jogo, recebeu cartão vermelho. Minutos depois, o zagueiro César marcou contra a própria meta.

A escalação de Lúcio nesta quarta-feira indica que ele deverá ser titular também no dia 17, diante do Atlético-MG, no Morumbi, como o técnico Ney Franco deu a entender antes da partida. A dúvida é quanto a seu parceiro na defesa. A princípio, ele seria Rafael Toloi, porém o defensor foi substituído por Edson Silva ainda no primeiro tempo ao reclamar de incômodo na coxa.

O duelo contra os mineiros é, no momento, o grande foco do São Paulo, que, com o resultado desta quarta-feira, confirmou antecipadamente a liderança na primeira fase do Campeonato Paulista. O posto lhe dá vantagem de decidir como mandante no mata-mata da competição.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*