Convocado por Dunga, são-paulino Juan não desiste da Seleção

Os são-paulinos Rhodolfo, Casemiro, Cícero e Lucas foram convocados para o Superclássico das Américas, quarta-feira, contra a Argentina. Entre os “esquecidos”, apenas Dagoberto teve a ausência lamentada por parte da torcida. Mas um outro jogador do Tricolor ainda tem esperanças de ser chamado por Mano Menezes: o lateral esquerdo Juan.

O ala foi convocado para dois amistosos em 2008, quando ainda defendia o Flamengo. Dunga era o técnico da equipe verde-amarela à época e, depois de testar diversos nomes, escolheu Michel Bastos e Gilberto para levar à Copa do Mundo da África do Sul.

“Claro que eu tenho que pensar em Seleção, é um objetivo meu. Tenho que subir um degrau por vez, mas claro que penso”, admitiu o jogador.

Titular do time desde que chegou, em janeiro deste ano, Juan não é unanimidade. O camisa 6, que só teve sua vaga ameaçada por Henrique Miranda uma vez, quando Carpegiani era o treinador, é um dos alvos preferidos das críticas, comuns em jogos no Morumbi.

Para o duelo contra os argentinos, em Córdoba, apenas jogadores de clubes brasileiros foram convocados e as opções para a lateral esquerda são Kleber (Internacional) e Cortês (Botafogo).

“Os jogadores que estão lá vão representar bem o Brasil, são excelentes. Quando você veste a camisa da Seleção, o orgulho e a vontade são muito grandes, então tenho que trabalhar para estar lá novamente”, opinou Juan.

Além dos dois convocados, Mano Menezes tem dado oportunidades a André Santos (Fenerbahce), Marcelo (Real Madrid) e Adriano (Barcelona).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*