Contratações de peso dos grandes paulistas no ano decepcionam

As maiores contratações feitas por Corinthians, São Paulo e Santos não tiveram o retorno esperado. Alexandre Pato, Renato Augusto e Montillo chegaram ao futebol paulista em 2013 por grandes quantias, mas não justificaram os valores. O São Paulo apostou no experiente Lúcio, que chegou ao Morumbi para ser o líder da defesa, mas foi encostado por deficiência técnica.

O fraco desempenho das estrelas contratadas contribuiu para o mau desempenho dos paulistas no segundo semestre. Santos, São Paulo e Corinthians realizaram campanhas irregulares no Brasileirão. O Palmeiras, sem reforços de peso na temporada, venceu a Série B.

Para ter Lúcio, principal contratação do São Paulo em 2013, a diretoria tricolor aguardou a rescisão do jogador com a Juventus (ITA), no fim do ano passado. Ele recebe R$ 480 mil mensais no Morumbi, ganhou generosas luvas ao assinar o contrato e recebeu até o apoio da Visa, como patrocinadora – a empresa ajudou a viabilizar a contratação.

Mas o desempenho de Lúcio não agradou, e ele foi afastado desde julho. O jogador conseguiu uma licença e não treina no CT da Barra Funda desde outubro. Ele foi afastado pelo ex-técnico Paulo Autuori, acusado pelo técnico de indisciplina e má influência sobre os outros jogadores.

“É uma sensação horrível. Horrível e de discriminação. Você está querendo fazer o melhor e ser profissional. Não cheguei nenhum dia atraso, não faltei a treinamento. É uma sensação de ditadura você ter de passar por aquilo por capricho de alguém”, contou Lúcio em entrevista ao Esporte Espetacular, da TV Globo.

No Corinthians, Alexandre Pato responde pela maior decepção do clube no ano. Contratado por R$ 40 milhões, o camisa 7 foi responsável direto pela eliminação do time na Copa do Brasil. Na decisão por penalidade, Pato tentou cavadinha, mas Dida defendeu.

O erro gerou críticas da torcida alvinegra e irritou Tite, que deixou o atacante na reserva nos jogos seguintes. Com ataque milionário, o Corinthians teve a segundo pior média de gols do Brasileirão, à frente apenas do Náutico.

“O Pato ainda vai dar muitas alegrias à torcida”, enfatizou Roberto de Andrade, diretor do Corinthians.

Renato Augusto chegou ao Corinthians após a diretoria desembolsar 4 milhões de euros (R$ 12,9 mi). A decepção com o atleta se deu pela série de afastamentos por lesões. Quando esteve em campo no primeiro semestre, o meia fez boas apresentações, entre elas o golaço de cobertura nas finais da Recopa, contra o São Paulo.

Ao longo do ano, Renato ficou no departamento médico para se recuperar de fratura e lesões musculares. Quando enfim voltou a ter condições de jogo, Renato foi colocado como atacante, mas pouco produziu.

Compra mais cara da história do Santos

Montillo é contratação mais cara da história do Santos. A transação para colocar o argentino clube girou em torno de 6 milhões de euros (R$ 19,3 milhões). Em campo, Montillo não repetiu as grandes atuações da época de Cruzeiro, mesmo com a companhia de Neymar.

O meia de 29 anos sofreu com lesões, fez fracas apresentações e apresentou evolução apenas nas rodadas finais do Brasileirão, insuficiente para levar o time à Libertadores.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*