Contra futebol bonito do Galo, Ganso diz que Tricolor corre por fora

Pior entre os 16 classificados às oitavas de final da Copa Libertadores, o São Paulo avançou vencendo o Atlético-MG no Morumbi, contando com uma vitória do Arsenal de Sarandí diante do Strongest e vantagem no saldo de gols diante dos argentinos. Para a fase de mata-mata, o primeiro adversário é justamente o Galo, melhor clube da fase de grupos e que, segundo Paulo Henrique Ganso, chega como favorito.

Titular absoluto nas últimas partidas da primeira fase, o ex-santista se firmou sob o comando de Ney Franco e ganhou ainda mais confiança na partida contra o Atlético-MG, quando distribuiu passe magistral para assistência de Osvaldo e o gol de Ademilson que fechou a vitória por 2 a 0. Em datas ainda indefinidas pela Conmebol – dois dos três próximos meios de semana – o novo duelo brasileiro define um dos classificados às quartas de final.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Ganso teve atuação de gala no último jogo da fase de grupos e quer manter o ritmo no mata-mata

“Agora zera tudo, é uma nova competição, um campeonato de mata-mata em que você não pode vacilar como foi na fase de grupos. Espero que eu e todo o grupo possamos fazer dois grandes jogos contra eles, mas o favorito é o Atlético-MG, pela campanha que fez e pelo futebol apresentado na primeira fase. É o futebol mais bonito que todo mundo assiste, então a gente vem correndo por fora, com os pés no chão”, refletiu Ganso após o treinamento desta quinta-feira, no CT da Barra Funda.

 

Classificado como pior segundo colocado, o Tricolor não terá o benefício de realizar o segundo jogo em casa em nenhuma das próximas fases da Libertadores, a começar pelas oitavas de final, quando encara o Atlético-MG na Arena Independência. Para Ganso, tanto faz: “Às vezes é melhor decidir em casa porque a torcida está sempre te ajudando, te empurrando, apesar de que você nunca sabe o resultado do primeiro jogo. Tem que jogar os dois jogos da melhor maneira, na verdade”.

Enquanto o Atlético-MG se classificou com 15 pontos oriundos de cinco vitórias e uma derrota, o São Paulo somou sete na fase de grupos, com duas vitórias, um empate e três derrotas. Os eliminados Arsenal e Strongest fecharam a primeira fase pouco abaixo do Tricolor, que se concentra nas oitavas da Libertadores sem esquecer que o Campeonato Paulista também entra em sua fase de mata-mata nas próximas semanas.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*