Conmebol tira semifinal de estádio da Ponte e só avisa o São Paulo

A Conmebol já informou ao São Paulo que vetou o estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), como local da partida de volta do confronto com a Ponte Preta pela semifinal da Copa Sul-Americana, marcada para o dia 27 de novembro.

Assim, a Ponte terá que encontrar um outro local para abrigar seu jogo como mandante. O favorito da diretoria é o Romildo Vitor Ferreira, em Mogi Mirim.

“A Ponte acha um equívoco se essa mudança for verdadeira. Em Mogi, as condições de segurança vão gerar mais problemas porque as duas torcidas terão que pegar a estrada”, disse o presidente Márcio Della Volpe, por meio da assessoria de imprensa do clube.

Ao contrário do São Paulo, o time campineiro ainda não foi comunicado da decisão pela Conmebol. Por cauda do feriado de Proclamação da República, a diretoria imagina que só será notificada na segunda-feira.

O veto ao Moisés Lucarelli é uma vitória política da equipe paulistana. Apesar de ter capacidade de público inferior às 20 mil pessoas exigidas pelo regulamento da Sul-Americana, o estádio foi usado pela Ponte normalmente nas oitavas e quartas de final da competição.

Os dois laudos técnicos da casa do time de Campinas sancionados pela FPF (Federação Paulista de Futebol) dão ao estádio capacidade para 18.676 e 19.728 pessoas.

 

Fonte: Folha SP

Um comentário em “Conmebol tira semifinal de estádio da Ponte e só avisa o São Paulo

  1. A julgar por essa decisão a Conmebol não está de marcação com o São Paulo, só não entendi o que o feriado tem a ver com o não comunicado à Ponte, se o tricolor foi avisado, essa entidade que rege o futebol sul americano age como a CBF, aliás a FIFA também não é confiável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*