Com poucas opções e custos altos, São Paulo não terá reforço até dia 31

O Campeonato Brasileiro terminou há 11 dias e, apesar dos apelos feitos pelo técnico Muricy Ramalho, o São Paulo contratou apenas o lateral-direito Luis Ricardo, que disputou o Brasileirão pela Portuguesa. O treinador quer reformular elenco que terminou 2013 sem títulos e longe do seu principal objetivo: disputar a Libertadores de 2014.

O vice-presidente de futebol do clube, João Paulo de Jesus Lopes, já avisou a Muricy que dificilmente o clube conseguirá atender a seus pedidos. Ao menos que aconteça alguma surpresa, a diretoria não deverá anunciar novas contratações até o final do ano.

– Já sabemos o que o treinador deseja e estamos trabalhando, buscando alternativas. Mas não temos prazo.  Não estou dizendo que não pode acontecer, mas não está dentro do nosso planejamento anunciar algum reforço até o dia 31 – afirmou o dirigente são-paulino.

Muricy Ramalho pediu a contratação de um lateral-esquerdo, dois volantes e dois atacantes. Deixou claro aos dirigentes que não quer que Jadson seja negociado porque necessita ter dois meias de qualidade (Ganso é o outro armador), podendo até usar a pré-temporada para montar um esquema para encaixar a dupla. No ataque, Osvaldo pode ser negociado com o Metalist, da Ucrânia, enquanto Welliton, que pertence ao Spartak Moscou, da Rússia, dificilmente permanecerá, já que a hipótese de um novo empréstimo foi negada pelo time europeu.

Questionado sobre a demora do Tricolor para anunciar contratações, Jesus Lopes diz que as opções no mercado estão reduzidas e que todas custam muito dinheiro.

– Não existe aquela fartura de opções. Quando você conversa com um jogador, ele já tem outra proposta. Além do mais, os valores que escutamos assustam. Não só em relação ao custo dos direitos, mas principalmente quanto aos salários. O São Paulo tem uma linha de conduta e não vai alterá-la. É preciso agir com responsabilidade – ressaltou o vice de futebol.

O São Paulo se reapresenta para a pré-temporada no dia 6 de janeiro de 2014, no CT de Cotia. Muito provavelmente sem estar com o elenco pronto.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Com poucas opções e custos altos, São Paulo não terá reforço até dia 31

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*