Com dois cartões, Álvaro Pereira descarta mudar estilo de jogo

Natural de um país onde os atletas de futebol costumam demonstrar grande disposição em campo, o uruguaio Álvaro Pereira tem encontrado problemas com os árbitros desde que chegou ao São Paulo, em janeiro deste ano. Em três partidas pela equipe tricolor, sendo todas como titular, o lateral esquerdo recebeu dois cartões amarelos e já está pendurado para sequência do Campeonato Paulista. E, em entrevista concedida nesta terça-feira, o jogador admitiu necessidade de adaptação, mas negou mudar seu estilo.

“O jogo contra o Palmeiras (derrota por 2 a 0, no último domingo) era um clássico, e eu adoro partidas assim. Em ocasiões como essa é necessário jogar com coração, com a camisa. Essa é minha maneira de entrar em campo. Acho que os árbitros não confundem vontade e agressividade com má intenção. Sou um atleta que deixo tudo em campo. Tenho 28 anos, sei que preciso ter controle, mas já tenho um caminho feito e ainda há muito a ser construído”, afirmou, no Centro de Treinamento da Barra Funda.

No embate do último final de semana, Álvaro Pereira se envolveu em discussão mais ríspida com o volante Wesley, que tirou satisfações com o adversário depois de o uruguaio tentar empurrar ocentroavante Alan Kardec para receber atendimento médico fora de campo. Além disso, quando o placar já apontava 2 a 0, foi atrás de gandula que retardava a cobrança de arremesso lateral.

“Defenderei meus companheiros e o São Paulo até a morte, porque é o clube que coloca comida na mesa da minha família. O treinador (Muricy Ramalho) falara para eu ter cuidado, que a cultura da arbitragem aqui é diferente, e eu sei que preciso me adaptar a isso. Tenho que ter controle, mas continuarei jogando assim”, encerrou.

Emprestado pela Internazionale (Itália) ao São Paulo até junho de 2015, o lateral esquerdo acumula passagens por clubes de outros quatro países: Miramar Misiones (Uruguai), Quilmes (Argentina), Argentinos Juniors (Argentina), Cluj (Romênia) e Porto (Portugal). Na última temporada, recebeu 14 cartões amarelos em 40 partidas pela equipe de Milão.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Com dois cartões, Álvaro Pereira descarta mudar estilo de jogo

  1. Voce realmente encarna o espirito guerreiro dos uruguaios que foram nossos
    idolos como Forlan, Daryo Pereira, Lugano e outros.
    Nosso time precisa de onze iguais voce.
    Isso é impossivel, porque o brasileiro é folgado e finge que joga e lluta,
    tudo fica no papo da tv e do radio, são apenas marqueteiros e amarelôes
    e deixam uma valquiria tomar conta do jogo.
    Ontem tivemos nove moçoilas dentro de campo llideradas pelo zé pipokkka,
    só se salvaram voce e o Ceni.
    Ainda vem nosso Murici, dizer que voce tem que ser mais calmo.
    Não dá para entender, joga duro na bola, como são os sulamericanos querem vencer sabendo que não tem condiçoes, mas lutam, isso é que me encanta
    nesses times de voces.
    Temos aqui o denilson que bate até na sombra levando cartões desnecessarios
    e ninguem fala nada, o welington nem sabe bater, alias nem sei porque o cara
    joga futebol.
    Enfim, naõ queremos marikas dentro de campo, queremos gente que faz
    juz ao salario que recebem e se multiplicam dentro de campo pela nossa vitoria.
    Só isso, seus amarelões e pipokkkkeros da vida.
    Perderem pro valquiria, foram zuados por ele,
    ????????? vao querer o que ?????????????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*