Cícero é eleito Craque do Paulista; Seleção tem reforço tricolor

Nesta quarta-feira, a Federação Paulista de Futebol anunciou a Seleção do Paulistão de 2014 e os prêmios individuais da competição. Cícero, do Santos, foi eleito o craque do Estadual, e seu companheiro Geuvânio, a revelação, com 73% dosvotos. O meia Léo Costa, do Rio Claro, foi escolhido como Craque do Interior.

No time ideal do Paulistão, o Santos é a equipe com mais representantes, com o lateral Cicinho, o volante Arouca, os meias Cícero e Geuvânio, o atacante Thiago Ribeiro e o técnico Oswaldo de Oliveira. Também finalista da competição, o Ituano emplacou apenas o zagueiro Anderson Salles na lista da FPF.

Dos quatro grandes de São Paulo, apenas o Corinthians, eliminado ainda na primeira fase, foi ‘ignorado’ na premiação. Com Fernando Prass, Lúcio e Alan Kardec, o Palmeiras teve três atletas escolhidos e foi o segundo time mais lembrado na Seleção do Campeonato. O único representante são-paulino é o lateral esquerdo uruguaio Álvaro Pereira. Quem completa a lista é o volante Hudson, ex-Botafogo-SP, anunciado recentemente como reforço do São Paulo.

 

Ivan Storti/Santos FC

O meia Cícero, do Santos, foi eleito o Craque do Campeonato Paulista de 2014

 

Confira abaixo a lista completa dos premiados da edição atual do Campeonato Paulista:

Goleiro: Fernando Prass (Palmeiras)
Lateral direito: Cicinho (Santos)
Zagueiros: Lúcio (Palmeiras) e Anderson Salles (Ituano)
Lateral esquerdo: Álvaro Pereira (São Paulo)
Volantes: Arouca (Santos) e Hudson (Botafogo-SP)
Meias: Cícero e Geuvânio (Santos)
Atacantes: Thiago Ribeiro (Santos) e Alan Kardec (Palmeiras)
Técnico: Oswaldo de Oliveira (Santos)

Revelação: Geuvânio (Santos) – 73% dos votos
Craque do Interior: Léo Costa (Rio Claro) –34% dos votos
Craque da Competição: Cícero (Santos) – 36% dos votos

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em “Cícero é eleito Craque do Paulista; Seleção tem reforço tricolor

  1. Cícero teve bons jogos no São Paulo, mas fez parte de um elenco queimado, que passava por um daqueles momentos de profunda análise da imprensa e da torcida em que se chega a conclusão de que em time derrotado ninguém presta e em time vencedor não há perna-de-pau… Kaká deixou o clube em momento semelhante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*