Ceni bate papo com Jefferson e agradece pedidos por renovação

Rogério Ceni foi muito homenageado naquele que pode ter sido seu último jogo oficial do Morumbi. Ao fim do empate por 1 a 1 com o Botafogo (veja os melhores momentos no vídeo ao lado), mais um foguetório em alusão ao recorde de partidas pela mesma equipe: com 1117 atuações pelo São Paulo, ele superou o santista Pelé. Muito cumprimentado, inclusive por adversários, ele teve bate papo mais longo com Jefferson.

Durante a última semana, o goleiro do Botafogo admitiu que recebeu sondagens para deixar o clube no ano que vem. Levantou-se a hipótese de que uma delas teria sido do Tricolor, já se preparando para uma possível despedida de Ceni. Jefferson negou, neste domingo, que tenha sido procurado pelo clube paulista. No fim do jogo, ele foi até Rogério e pareceu explicar algo.

Ceni ouviu, respondeu, deu risada, e abraçou o adversário com direito a tapas na cabeça. Na descida para o vestiário, perguntado sobre a conversa, despistou.

O camisa 01, que atuou com a 10 em homenagem ao recorde, também se esquivou de falar sobre o futuro. Seu contrato terminará no dia 31 de dezembro. Inicialmente, sua ideia era se aposentar em dezembro. Porém, nos últimos meses Rogério repensou a carreira, e hoje nem mesmo dirigentes do clube sabem qual será sua decisão. Eles tentam convencê-lo a ficar.

Como tem sido praxe nos últimos jogos, os torcedores gritaram “Fica, Rogério”. Em vez de comentar o que vai fazer, o capitão tricolor apenas agradeceu.

– Eu agradeço. Era uma noite de chuva, difícil, num jogo de um campeonato em que o São Paulo não tem mais como chegar à Libertadores. Não sobe nem desce, é atípico para o torcedor que está acostumado a sempre ver o São Paulo brigar por alguma coisa – disse. Pouco mais de 12 mil pessoas foram ao Morumbi.

Caso o goleiro-artilheiro realmente se aposente, e o time não se classifique para a final da Copa Sul-Americana (precisa vencer a Ponte Preta por três gols de diferença na quarta-feira), este foi o último jogo oficial de Ceni no Morumbi. Na última rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo terminará de cumprir a punição pela briga de seus torcedores com corintianos, e vai enfrentar o Coritiba fora de seu estádio.

O capitão ainda comentou sobre mais um protesto do Bom Senso F.C.. Antes da partida, os atletas se ajoelharam e ficaram de braços cruzados. Eles cobram da CBF uma posição sobre suas reivindicações por um calendário mais bem distribuído para equipes grandes e pequenas, e por maior responsabilidade financeira dos clubes.

– A CBF, às vezes, se faz de boba. Se quem manda não está pensando, nós estamos fazendo nossa parte. Se esse descaso continuar, não sei onde isso vai parar.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*