Após vacilo em jogos importantes, Ney decide usar titulares em clássico

Ney Franco admite que seu time não está desempenhando um futebol ideal em 2013. Mais do que isso, o comandante do São Paulo sabe que o apresentado dentro de campo fica ainda pior quando o adversário tem mais expressão ou quando o jogo ganha mais importância. E ele quer corrigir isso já neste domingo, no clássico diante do Palmeiras, pelo Paulistão.

Após o empate por 1 a 1 com o Arsenal de Sarandí, pela 3ª rodada da Copa Libertadores, o treinador disse que a equipe apresenta muitas variações dentro de campo e que isso precisa acabar para que a torcida tenha menos surpresas nesta temporada.

“A explicação é que, às vezes, a equipe joga abaixo do que pode e, às vezes, faz apenas um tempo bom. Nessas duas derrotas, contra Santos e Atlético-MG, ainda pegamos equipes qualificada. Tem um somatório disso tudo. E aí a gente tem ciência de que temos de melhorar o desempenho no confronto da Libertadores, para vencer o Arsenal na Argentina e trabalhar para passar dessa fase”, disse ele.

O São Paulo perdeu para Atlético-MG e Santos e empatou com a Ponte Preta, os três adversários de primeira divisão que enfrentou até agora.  Além disso, contra o The Strongest, sofreu para vencer por 2 a 1. Contra o Bolívar, outro jogo importante, a equipe conseguiu ir bem na ida, ao fazer o placar de 5 a 0, mas foi mal ao ser derrotado de virada por 4 a 3 na volta. Contra o Arsenal, na última quinta, ficou no 1 a 1.

Neste domingo, o time enfrenta o Palmeiras para tentar, além de encerrar esse trauma contra equipes do mesmo porte, manter a liderança do Campeonato Paulista. Até por isso, o comandante escalará time titular, com o máximo de jogadores que tiver condição de atuar.

“A gente vai mobilizar nossa equipe para o clássico. Vamos jogar no Morumbi e o princípio é trabalhar com jogo do Palmeiras e até utilizar para ter um parâmetro como o Arsenal”, completou.

Apesar de não terem condição de atuar contra o Arsenal, por causa das suspensões, Wellington e Luis Fabiano devem ser utilizados pelo treinador para o clássico.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*