Antonio Carlos compensa erros do ataque e dá vitória ao São Paulo

Sob forte calor, o São Paulo recebeu o Oeste na tarde deste domingo no Estádio do Morumbi, pela terceira rodada do Campeonato Paulista, e decidiu o jogo ainda no primeiro tempo. Com dois gols de Antônio Carlos, os anfitriões abriu a vantagem antes mesmo do intervalo, sofreu um susto no fim, mas segurou o resultado positivo mesmo com Luis Fabiano perdendo pênalti: 2 a 1 para o Tricolor.

Na estreia de Alvaro Pereira, que atuou muito bem e causou uma boa primeira impressão no torcedor são-paulino, Antônio Carlos roubou a cena. O lateral uruguaio, no entanto, foi o responsável pela assistência do segundo marcado pelo zagueiro. Já no primeiro lance, a jogada começou com Ademílson.

O zagueiro artilheiro e o lateral uruguaio, no entanto, não foram os únicos jogadores que atuaram bem neste domingo. Com muita categoria, Paulo Henrique Ganso organizou o meio de campo do São Paulo, assim como Oswaldo também mostrou muita vontade para ganhar espaço com Muricy.

O ponto negativo do São Paulo mais uma vez ficou com Luis Fabiano. Apagado no primeiro tempo, o atacante teve a chance de afastar a má fase na etapa complementar ao cobrar um pênalti. O artilheiro, porém, parou no goleiro Fernando Leal e não fez o terceiro do Tricolor. A torcida, ainda assim, gritou o nome do jogador.

O resultado coloca o São Paulo na primeira colocação do Grupo A, com seis pontos conquistados nas três primeiras partidas. Para emplacar a terceira vitória consecutiva e abrir boa vantagem no topo, o Tricolor volta a campo na próxima quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), contra o Rio Claro, no Morumbi.

O Oeste, por sua vez, que estava invicto até o momento no Campeonato Paulista, permanece com quatro pontos, na quarta colocação do Grupo D, chave liderada pelo Palmeiras, que tem nove. Na próxima rodada, também na quarta-feira, às 19h30, a equipe de Itápolis recebe o Comercial no Estádio dos Amaros.

O jogo – O torcedor são-paulino que estava ansioso pela estreia de Alvaro Pereira pôde se animar com a nova contratação logo nos primeiro minutos da partida deste domingo. Bastante à vontade em campo, o lateral uruguaio não se escondeu do jogo e se tornou a principal opção de ataque tricolor no iníco, incomodando os zagueiros do Oeste.

Já pelo meio, Paulo Henrique Ganso esbanjava categoria para organizar o ataque são-paulino, possibilitando que a bola chegasse com qualidade ao trio ofensivo. Desta forma, o camisa 8 fez linda jogada aos 22 minutos, serviu Oswaldo, que invadiu a área com liberdade, fez o cruzamento rasteiro, mas o goleiro Fernando Leal apareceu antes e caiu para fazer a defesa.

O gol parecia questão de tempo e saiu apenas três minutos da jogada de mais perigo do São Paulo até então. Aos 25, Ademílson mostrou valentia, brigou pela bola no lado direito do ataque, ganhou do zagueiro e fez o cruzamento para o meio da área. O zagueiro Antônio Carlos, que se aventurava no campo ofensivo após cobrança de escanteio, apareceu para testar firme ao fundo do gol.

Mesmo com a vantagem, o São Paulo não diminuiu o ritmo, seguia oferecendo perigo ao Oeste e chegou ao segundo gol antes mesmo do intervalo. A jogada foi novamente aérea, mas desta vez teve a participação do estreante Alvaro Pereira. O uruguaio, que fez boa partida no Morumbi, cobrou escanteio na cabeça de Antônio Carlos, que ganhou dos zagueiros e marcou novamente para o Tricolor.

Na volta do intervalo, o Oeste ainda tentou crescer na partida, mas a falta de qualidade era evidente no time de Itápolis. Sendo assim, não foi difícil para o São Paulo voltar a comandar o jogo e assustar mais uma vez pelo lado esquerdo. Na primeira chance de perigo, Alvaro Pereira cobrou escanteio na cabeça de Luis Fabiano, que desviou pela linha de fundo.

O São Paulo ainda teve a chance de fazer o terceiro na metade do segundo tempo, com Luis Fabiano. O artilheiro dividiu o lance dentro da área do Oeste e Ligger tocou a mão na bola. O árbitro marcou o pênalti e deu a chance para o atacante espantar a má fase. Na cobrança, porém, o jogador do Tricolor, mesmo sob o incentivo na torcida, parou no goleiro Fernando Leal.

O erro quase complicou o jogo para o time do Morumbi. Já no fim, em cobrança de falta para o meio da área, Bruno Nunes apareceu entre os marcadores e testou para o fundo das redes, descontando para a equipe de Itápolis. O gol animou os visitantes, que ainda tiveram duas chances claras de empatar, mas não aproveitaram, amargando a primeira derrota no Campeonato Paulista.

 

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 1 OESTE

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 26 de janeiro de 2013, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Alessandro Darcie (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Ricardo Pavanelli Lanutto (ambos de SP)
Cartões Amarelos: Alvaro Pereira, Wellington (São Paulo) e Ligger, Fernando Leal (Oeste)
Gols: SÃO PAULO: Antônio Carlos, aos 25 e aos 42 minutos do primeiro tempo
OESTE: Bruno Nunes, aos 36 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Denis; Luis Ricardo, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Álvaro Pereira (Reinaldo); Wellington, Maicon e Paulo Henrique Ganso; Ademilson, Luis Fabiano e Osvaldo (Ewandro)
Técnico: Muricy Ramalho

OESTE: Fernando Leal; Eric, Dezinho, Ligger e Piauí; Adriano Alves, Everton Dias, João Denoni (Wagninho) e Fernandinho; Lelê e Jheimy (Bruno Nunes)
Técnico: Ademir Fonseca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*