Anderson Martins vê São Paulo pronto para dar resposta ao torcedor

Anderson Martins iniciou 2019 como titular da defesa do São Paulo, ao lado de Arboleda. O técnico André Jardine escalou a dupla nos dois jogos do Torneio da Flórida.

No fim de 2018, Bruno Alves era o companheiro de Arboleda na defesa. A mudança na defesa tem uma explicação do treinador.

– No ano passado, o Anderson Martins fez um grande campeonato e viveu uma fase ruim no fim, na qual acabou perdendo o lugar no time. O Bruno fez um grande fim de campeonato. Os três fizeram uma grande temporada e, como particularmente comigo o Anderson não tinha começado nenhum jogo, fiz questão de iniciar com ele para observar e dar uma chance, sabendo que o Bruno está muito bem – disse Jardine.

– Conforta o treinador saber que tem dois zagueiros em um grande momento. O Anderson está tendo chance para mostrar e retomar aquele nível que ele teve em algum momento e que inclusive nos levou a liderança (do Brasileirão) – completou.

Durante a pré-temporada nos Estados Unidos, Anderson Martins recebeu confiança de Jardine. O zagueiro, no entanto, errou além do normal na derrota por 2 a 1 para o Eintacht Frankfurt.

– O Jardine reiterou a confiança dele no meu trabalho, apesar de no fim do ano não termos alcançado nossos objetivos. É importante ter a confiança da diretoria, da comissão e seguir o trabalho. Às vezes as coisas não acontecem como queremos, mas meu pensamento é dar o melhor e ser o mais profissional possível – afirmou Anderson Martins.

Ciente do jejum de títulos de seis anos do São Paulo, Anderson Martins diz saber que em alguns momentos a vitória será mais importante do que o desempenho. O Tricolor não levanta taças desde 2012, quando ganhou a Sul-Americana.

– Sempre vencer. Tem jogos que vamos ter posse de bola e por ventura podemos não conseguir o resultado, por enfrentar alguma equipe que foi superior. Vão ter partidas que o mais importante vai ser o resultado. Espero que este ano seja melhor que no ano passado. Esperamos trazer alegrias para o torcedor. Esse grupo está focado e preparado para dar a resposta que o torcedor está tanto querendo.

O São Paulo retorna ao Brasil dos Estados Unidos nesta terça-feira de manhã. O elenco trabalhará no CT da Barra Funda durante os últimos dias antes da estreia contra o Mirassol, sábado, às 19h30, no Pacaembu.

Veja outros trechos da entrevista de Anderson Martins:

Disputa por posição
– Eu, Arboleda e Bruno Alves temos uma amizade muito bacana. A gente sabe o que cada um pode oferecer para a equipe. Tivemos ano passado uma boa sequência de jogos. O Aguirre conseguiu dar minutos para todos. E no São Paulo você tem de ter essa consciência. Dentro ou fora de campo, o pensamento é colaborar. Graças a Deus ano passado a defesa conseguiu ter um bom desempenho. Agora é seguir o trabalho. Muita coisa foi bem feita no ano passado. A gente espera manter o que ficou de bom na última temporada.

Avaliação pessoal
– Todo jogador tem sua autocrítica e comigo não é diferente. Claro que teve momentos que a equipe oscilou. Mas isso não é desculpa. É importante ter autocrítica e reconhecer os erros. É treinar forte para que esses erros não aconteçam mais. Se você tem um erro o mais correto é trabalhar firme, com honestidade e é isso que vou procurar fazer com os meus companheiros.

Pré-temporada e Torneio da Flórida
– Acho que esses jogos não foram com o tempo ideal de preparação. Com um tempo maior de preparação a gente ia apresentar um futebol bem perto do que o Jardine pensa. Mas também não tem desculpa. Estamos acostumado com o calendário, que é um pouco desgastante para os atletas. É procurar nesse espaço mínimo de preparação minimizar os erros e encontrar entrosamento o mais rápido possível. É nisso que estamos focados. Sabemos que vamos ter um ano de muita dedicação e que vai exigir muito dos atletas. É como temos falado nas nossas reuniões no grupo: vamos nos preparar o melhor possível, concentrado para nas oportunidades darmos uma resposta.

André Jardine conversa com jogadores do São Paulo no treino: técnico quer saída de bola com qualidade — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

André Jardine conversa com jogadores do São Paulo no treino: técnico quer saída de bola com qualidade — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Participação do goleiro na saída de bola
– É uma forma diferente de o Jardine jogar. Ele gosta que a equipe construa as jogadas mais de trás. O atleta tem de se adaptar à forma que os treinadores pedem. Se o Jardine optar por isso, temos de nos preparar e procurar alternativas para dar a resposta dentro de campo. Claro que tem jogos que podem mudar.

Estreia no Paulistão
– Vai ser importante a gente procurar absorver tudo o que fizemos na pré-temporada. Tiveram coisas boas também dentro do pouco tempo. Quando começar a valer esperamos fazer um bom jogo e dar sequência nesse ano no qual queremos conquistar nossos objetivos.

 

Fonte: Globo Esporte

 

2 comentários em “Anderson Martins vê São Paulo pronto para dar resposta ao torcedor

  1. Nao sei aonde o Anderson viu que estamos prontos, ate agora so um amontoado de jogador, e um treinador mais perdido que cego em tiroteio, Jardine nao soube usar o torneio da florida para ter uma equipe base , pois mudou todo o time nos 2 jogos, entao nao tem uma base, pq a base do ano passado nao deu certo.
    Esse ano nao sei nao, se os meninos nao ganharem a copinha nao vamos é ganhar é nada de novo mesmo com Hernanes e cia.

Deixe uma resposta para ALEXC Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.