Aloísio recebe respaldo do xará Chulapa, que o exalta

O cântico “É, Aloísio” foi entoado nos estádios no período em que o atacante Aloísio Chulapa defendeu as cores do São Paulo. Agora, o seu xará quer fazer jus ao antecessor para também ganhar uma saudação dos tricolores.

Contra o Arsenal (ARG), na quinta-feira, Aloísio terá a incumbência de ser o centroavante da equipe na ausência de Luis Fabiano, suspenso por expulsão. Pela primeira vez na Libertadores atuando como titular na função que mais gosta, o Boi Bandido tem o respaldo do ex-camisa 14 são-paulino.

Tricolor de coração, Chulapa afirma ser fã incondicional do Aloísio atual. Em 2011, no Campeonato Catarinense, os times deles se enfrentaram. Com boa atuação, o titular do São Paulo encantou os olhos do hoje jogador do Gama-DF e, de lá para cá, apostou as fichas que o Boi Bandido mereceria estar em um time grande. E quis que o destino fosse o clube do Morumbi.

– Aloísio se encaixou bem no time e tem vaga garantida. Falei com ele há cerca de duas semanas, desejei boa sorte, falei que era fã dele e que ele não deixaria a desejar pelo São Paulo – comentou o xará Chulapa, em entrevista ao LANCE!Net.

Agora, com o apoio do antecessor, o camisa 19 vislumbra repetir as boas atuações que teve na época em que foi centroavante no Figueirense para ajudar o Tricolor. Pelo time catarinense, Aloísio marcou 28 gols na temporada passada.

– Jogando de atacante eu volto pra ajudar, não que eu não vá voltar, mas é bem diferente. Centroavante fica mais no zagueiro e fico mais perto do gol. No Figueirense era bem diferente, fui muito feliz, mas aqui espero ter essa oportunidade – afirmou, em coletiva.

Além de incentivador, Chulapa, aos 38 anos, brinca ao falar que tem espaço entre os reservas do São Paulo, mas quer mesmo que o Boi Bandido reescreva sua história.

Bate-Bola

Aloísio Chulapa
Atacante do São Paulo de 2005 a 2008, em entrevista exclusiva ao LANCE!Net

Você vê semelhanças entre o seu estilo de jogo e o do Boi Bandido?
É diferente, ele tem técnica muito grande, força e o estilo de jogo do Jorge Henrique, que joga pelo lado, ataca e volta para defender. Ele caiu muito bem na equipe tricolor.

Você já jogou contra ele e o elogiou. Há duas semanas também ligou para ele. Como é a relação?
Muito humilde, gente boa.

Você tem o apelido de Chulapa. Já o atual é o Boi Bandido. Gostou do apelido?
(Risos) Se ele gostar, tudo bem, mas se não, dá para mudar. Mas o “bicho” tem bastante força.

Enquanto jogava no Tricolor, a torcida exaltava o seu nome. Quer que o atual Aloísio repita o feito?
Dá uma saudade grande. Tomara que possa, pois ele é bom.

Naquela época, você comemorava gols com danças. Aos 38 anos, jogando no Gama, acredita que tem uma vaga para você no Tricolor?
(Risos) Eu dou conta de ficar no banco de reservas, se o Ney precisar. Tem o patrão (Rogério Ceni), o Jadson, Osvaldo e o Luis Fabiano. Fica fácil marcar. Quem sabe eu não pudesse receber uma bola, marcar um gol e chamar o Luis para dançar ali no escanteio (risos).

Apenas um jogo como ‘9’

Contratado para ser o reserva imediato de Luis Fabiano, Aloísio teve poucas chances de atuar como centroavante do time.

Contra a Ponte Preta, pela 6 rodada do Paulistão, o atacante substituiu Fabuloso, que foi convocado por Felipão para o amistoso diante da Inglaterra.

Porém, apesar de atuar na posição de origem durante os 90 minutos em que esteve em campo, o camisa 19 foi apenas discreto.

Diante do Guarani, também pelo Estadual, alternou com Ademilson a função de centroavante. No jogo, teve oportunidades de marcar e aproveitou para fazer o seu primeiro pelo Tricolor.

Fora de casa, Boi Bandido é letal

O atacante Aloísio tem se mostrado um convidado indigesto. O camisa 19 ainda busca o seu primeiro gol em casa, mas, sem o mando de campo do São Paulo, o jogador já foi às redes por três vezes.

Pelo Campeonato Paulista, o atacante marcou diante do Guarani e do São Caetano. Já na Copa Libertadores, fez o primeiro gol da equipe paulista na fase de grupos, na derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG.

Aloísio participou de cinco partidas fora de casa e marcou três gols. O atacante Luis Fabiano, suspenso para o confronto diante do Arsenal (ARG), é o único do elenco que iguala os números do camisa 19.
Fonte: Lance

Um comentário em “Aloísio recebe respaldo do xará Chulapa, que o exalta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*