Aloísio destaca postura da equipe e afirma: “impossível não dar o sangue”

Um dos jogadores do São Paulo mais vibrantes em campo, o atacante Aloísio foi um dos destaques tricolores na vitória sobre o Atlético-MG por 2 a 0, na noite dessa quarta-feira, no Morumbi. Logo que entrou no gramado, o centroavante mostrou que estava concentrado no jogo e contagiou os mais de 50 mil torcedores nas arquibancadas.

“A partida era tão importante que nem precisava de vontade extra. A gente sabia que era importante começar o jogo com raça. Da forma como a torcida nos apoiou, era impossível não dar o sangue”, revelou o camisa 19, que sofreu o pênalti convertido pelo goleiro Rogério Ceni.

“Fiquei muito feliz pelo gol dele, porque é um cara merecedor. Não fiz o gol, mas a sensação foi como se eu tivesse marcado”, completou o centroavante, que aos 11 minutos do segundo tempo foi derrubado dentro da área. “Se o zagueiro não comete o pênalti, eu teria feito o gol”, disse.

Com o triunfo sobre os mineiros, os comandados do técnico Ney Franco avançaram no Grupo 3 da Libertadores e, agora, aguardam o encerramento da primeira fase para conheceram a data das oitavas de final – o adversário será o mesmo Atlético-MG.

“Apesar da vitória sobre o Atlético (com 15 pontos), que terminou na liderança da chave, vamos começar do zero e teremos que dar um passo por vez. Temos que continuar jogando com humildade, porque assim levaremos o São Paulo longe”, concluiu o atacante tricolor. Já o zagueiro Rafael Toloi, sempre firme nos desarmes contra os atacantes mineiros, afirmou que o espírito da equipe são-paulina foi determinante para assegurar o triunfo.

“Avançamos na competição, mas não podemos perder essa vontade. Agora, é nosso dever manter essa mesma pegada na sequência da Libertadores. Dentro de campo, os jogadores se cobraram bastante e conseguimos mostrar a força do São Paulo”, avaliou.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*