Alex Silva e Dagoberto: extremos no Choque-Rei

Depois de três vitórias seguidas, o São Paulo está animado para encarar o Palmeiras neste domingo à tarde, no Morumbi. Para sair do clássico com os três pontos, o Tricolor aposta nos dois extremos da equipe. Na defesa, o zagueiro Alex Silva mantém bons números diante do rival paulista.

Contando as duas passagens do jogador pelo clube, Alex Silva já enfrentou o Palmeiras em nove oportunidades, sendo seis vitórias, um empate e duas derrotas – um aproveitamento de 70,3%. Neste período, o camisa 3 destaca a vitória do ano passado, no Pacaembu. Com gols de Fernandão e Lucas, o São Paulo venceu por 2 a 0, pelo Brasileiro.

“Foi um clássico que eu joguei depois de 40 dias parado e fui para jogo. Nem tinha disputado coletivo. A gente não estava bem e os torcedores vieram ao CT para conversar com a gente. Fiquei feliz por voltar e ajudar o time. Isso que me marcou mais”, ressaltou o defensor são-paulino. O São Paulo jã não sofre gols há dois jogos.

Na outra ponta da equipe está o atacante Dagoberto. Artilheiro do Tricolor na temporada com cinco gols, o camisa 25 enfrentou o Palmeiras 11 vezes e também mantém ampla vantagem sobre o rival. Ao todo, são seis vitórias, quatro empates e apenas uma derrota – um rendimento de 66,6% dos pontos disputados.

Dagoberto balançou a rede adversária uma vez. Justamente o Choque-Rei inesquecível para ele. No Campeonato Brasileiro de 2008, o jogador marcou um belo gol e o São Paulo abriu 2 a 0 no placar. Porém, permitiu o empate alviverde. Mesmo com a igualdade, o são-paulino faz questão de lembrar do jogo.

“Teve este jogo no Palestra Itália, que fomos muito bem. Marquei um gol. Mas clássico sempre é muito difícil e o Palmeiras tem uma equipe qualificada. Sempre é bom ter um clássico como este”, completou Dagoberto, que terá Fernandinho como companheiro de ataque no duelo do próximo domingo.

Do Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*