Acostumado até com banco, Wellington aprova treino no Morumbi

Revelado pelas categorias de base do São Paulo, o volante Wellington conhece bem a estrutura do clube. O camisa 5, que foi promovido ao elenco profissional em 2008 e só agora tem o status de titular absoluto, se condidera bom conhecedor do Morumbi e aprova os treinos que a equipe tem feito no local na tentativa de melhorar o desempenho como mandante no Brasileirão.

Nesta quarta-feira, Adilson Batista repetiu a estratégia adotada antes da vitória contra o Atlético-MG, na semana passada, e trocou o CCT da Barra Funda pelo estádio tricolor. Questionado sobre os “atalhos” do campo, Wellington lembrou do longo período como reserva.

“O banco de reservas eu conheço bem (risos). Fiquei muito tempo ali, não preciso nem olhar para saber onde está”, brincou ele, que também elogiou. “O gramado é excelente, é muito gostoso vir treinar aqui. Se o Adilson quiser marcar a semana toda aqui, vai ser muito bom”.

O desempenho irregular como mandante é o principal motivo para que alguns treinos sejam realizados no Morumbi, expediente que pode se repetir nas próximas semanas. Em 11 jogos como anfitrião no Brasileiro, o Tricolor coleciona cinco vitórias, três empates e três derrotas.

Nesta quarta, Adilson fez com que os titulares enfrentassem uma retranca armada pelo time reserva, utilizando apenas metade do gramado para diminuir os espaços e preparar a equipe para esse tipo de situação, comum durante as partidas. Wellington, porém, acredita que a intenção é só aproveitar a estrutura são-paulina.

“Estamos vindo até aqui não pelos resultados, mas para treinar como em qualquer outro dia”, dsse o volante. “Eu estou com o Adilson. Onde ele quiser treinar, eu estou junto. Pode ser Cotia, Barra Funda ou Morumbi. Como o São Paulo tem várias opções, essa foi mais uma”.

Nesta temporada, além das recentes visitas ao Morumbi, o time deixou o CCT de lado em outras duas ocasiões para trabalhar em Cotia, no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, utilizado pelas categorias de base.

O próximo compromisso do Tricolor será em casa, no sábado, contra o Ceará. Para esta partida, a equipe não poderá contar com os suspensos Carlinhos Paraíba e Dagoberto e ainda corre o risco de perder Denilson, que será julgado na quinta-feira pelo STJD. Rhodolfo, Casemiro, Cícero e Lucas, que não estão treinando com o time por estarem com a Seleção, estarão disponíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*