Aguirre já tem melhor desempenho que Rogério Ceni e Dorival Jr.

Em menos de três meses de São Paulo, não é exagero dizer que Diego Aguirre fez história no clube. No último sábado (9), o treinador uruguaio comandou o Tricolor na primeira vitória do time contra o Atlético-PR desde a fundação da Baixada, em 1999, em Curitiba. Mas, além do triunfo inédito, os números ajudam a mostrar a boa performance do técnico neste início de trabalho.

Em apenas 11 jogos no Campeonato Brasileiro, ele superou o rendimento do Tricolor dirigido por Rogério Ceni e por Dorival Júnior no primeiro turno do nacional de 2017. Na ocasião, o ex-goleiro foi o treinador do time, coincidentemente, em 11 confrontos, sendo Dorival o técnico em seis jogos e Pintado em um (interino no clássico com o Santos). Com os três, o São Paulo somou 19 pontos em 19 partidas (cinco vitórias, quatro empates e dez derrotas) e teve aproveitamento de 33%.

“Parece que faz muito tempo que estamos no São Paulo, porque tem muitos jogos. Mas semana que vem vai fazer três meses apenas que estou como treinador. As coisas vão bem, acho que cada vez melhor. É impossível pensar nisso sem o trabalho e dedicação dos jogadores, com o sacrifício do dia a dia”, disse Aguirre.

Com o uruguaio, o São Paulo tem 20 pontos em 11 jogos (cinco vitórias, cinco empates e apenas uma derrota) com aproveitamento de 60,6%. Se comparado com os jogos de Rogério Ceni, a diferença é grande também. Até ser demitido, o ídolo tinha trabalhado em três vitórias, dois empates e seis derrotas – deixando a equipe na zona do rebaixamento.

“O São Paulo estava em um lugar que não merecia por sua história e torcida. Os jogadores sabiam disso. É injusto falar de um só jogador nesse momento. Todos estão em um nível altíssimo. O mérito é de todos”, afirmou o treinador.

Antes da pausa para a Copa do Mundo, o São Paulo volta a jogar nesta terça-feira (12), no Morumbi, contra o Vitória. “Não temos uma semana para trabalhar, o tempo [antes do vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-PR] foi mais para recuperar os jogadores, não tem como trabalhar muito em cima do jogo seguinte”, disse o técnico.

Fonte: Uol

6 comentários em “Aguirre já tem melhor desempenho que Rogério Ceni e Dorival Jr.

  1. Sou são paulino como todos aqui, mas não podemos esquecer nunca a corneta, ela é que mantém o time aceso !
    O Aguirre está fazendo um ótimo trabalho sim, tem o time na mão e fez jogadores que ninguém acreditava jogar. Tirando a mãe do Diego Souza, alguém mais acreditava nele ? (se bem que eu continuo não acreditando, pra mim ele só é titular porque o reserva é o Trellez). Montou um time certinho, raçudo, arrumou a zaga e tem muitos méritos sim. Mas a diretoria agora tem que ajudar, dar apoio e fazer algumas contratações.
    E temos alguns pontos a tomar cuidado:
    – O elenco é limitado (mais um mérito para o Aguirre). Não adianta vir falar que não, temos um time (11 titulares), mas não temos banco. Na verdade temos elenco em 2 partes do campo: zaga e volantes. Aqui está tudo certo.
    Mas falta atacantes pelo lado, falta centroavante (ou alguém aqui confia no Diego Souza ? O fato dele fazer alguns golzinhos não muda o fato de ser lento, pouco ligado no jogo, gordo e desinteressado). Falta laterais (aqui não temos nem para titular), e falta principalmente meias.
    Tem que contratar lateral e um meia de alto nível e um centroavante, os atacantes pelo lado eu acho que a base da conta (mas o Aguirre tem que por pra jogar).
    – A tabela nos ajudou e muito. Pra ter uma idéia, após o jogo com o Vitória (tem que ganhar de qualquer jeito), teremos nos próximos 4 jogos simplesmente Flamengo, Gremio e Cruzeiro fora e Corinthians em casa. Se fizermos 6 pontos aqui está muito bom. Depois vem a tabela mole de novo e podemos engatar uma sequencia de vitorias para nos deixar no topo. Mas se perdemos os 4 jogos que teremos no inicio após a copa, esse campeonato já era. Tem que encarar como se fosse mata mata, tem que ganhar 2 jogos desses 4.
    O lado bom dessa história é que, se após esse 4 jogos estivermos entre os 5 primeiros, ai ninguém segura ! Porque a tabela é mais fácil e o moral do time estará lá em cima
    Vamos tricolor !

    • Depois da copa, vai ser outro campeonato. Nao podemos perder mais nenhum jogador, fora Cueva e RCaio.
      Mais importante que contratar é não perder jogador. Pois jogador novo demora pra entrosar.

      Flamengo, Atlético e Grêmio vão perder jogadores… e tem mata-mata de libertadores. Temos chances de fazer um ótimo campeonato!

      Eu acredito!!!

    • Muito bom comentário, Renato!
      Penso quase que exatamente igual a você. Única coisa de diferente, é a expectativa de que o time possa vir a contratar algum jogador que venha para fazer diferença, porque não há nenhum disponível – sem contar custo, lógico. Penso em um lateral direito “honesto” – coisa que não temos nem na base, e em chances para os jovens atletas que chegaram ou que estejam pra chegar – tipo Toró. De resto, é torcer para que o Aguirre não invente muito e nem traga algum perna-de-pau pra pendurar no elenco…

  2. Só lembro que o imponderável também já nos prejudicou e muito nos detalhes, como no Paulista e gol no último minuto, na Copa do Brasil onde o sorteio nos jogou contra o Patético Paranaense que não é nem sombra do que foi no início da temporada.

  3. Não tem dúvida: mesmo não sendo o trenero de meus sonhos, os números não mentem. Apesar dos números não mentirem, a realidade do momento é diferente dos outros. Até o imponderável deu de ajudar; sem contar as muitas contratações e a tabela do campeonato que nos foi favorável neste início. Mas estamos muito além do que estávamos com os outros treinadores que nunca deveriam ter sido contratados naqueles momentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*