Não é hora de “Dá Ronco”

                                                     

   Depois de uma bela sequência com cinco vitórias, a derrota veio. Mas podemos dizer que esse resultado não traz nenhum parâmetro negativo, não é o tipo de jogo que olhamos e constatamos que não chegaremos a lugar algum. Só precisamos ter calma e trabalhar para o próximo compromisso.

   O jogo contra o Vasco foi bem atípico, alguns elementos contribuíram bastante pra esse tropeço. A expulsão de Raniel, ainda no primeiro tempo, deixou nossa missão bastante complicada. Pra ser sincero, não vou questionar o cartão vermelho, minha indignação é com a falta de critério e com o “dois pesos e duas medidas” da nossa arbitragem. Quem se lembra da chuteirada na cara que o Ramiro do Corinthians deu no Everton Felipe na final do Paulistão? Era início de jogo da primeira partida no Morumbi, uma expulsão naquele momento poderia mudar a história de um título, mas o autor daquela oportunidade só recebeu o amarelo.

   Outro fator, que já expressei aqui minha preocupação, é com a enorme quantidade de jogadores lesionados. Praticamente todo jogo perdemos jogador que deixa o campo com problemas, ontem foi o Antony. Não dá pra achar que é coincidência, estamos com algum problema. Essa incidência de desfalques pode tirar nossas pretensões no campeonato, foi assim no ano passado quando não tínhamos elenco.

   Em 2019, temos um grupo de muita qualidade, reservas que entram e conseguem manter o nível de atuação. Porém, as lesões aumentaram consideravelmente e não existe time competitivo que resista a tantos desfalques. Hernanes vive se lesionando, Liziero e Everton também se machucam com frequência, Pablo fez cirurgia e machucou quando voltou, Rojas está há um ano fora e vai ficar mais um, Pato estava com dores musculares que evoluiu pra um edema e não aparece no time desde o clássico contra o Santos. Alguém pode me explicar o que acontece?

   No próximo sábado, contra o Grêmio, também já temos problemas. Antony certamente será dúvida e Raniel estará suspenso.

   Não sei vocês, mas no que diz respeito a essas seguidas lesões, já vou recorrer ao sal grosso pra garantirmos um time conseguindo chegar ao final da temporada!

*****Fred Rezende é apresentador e idealizador do programa esportivo Garotinhos F.C. da Rádio Metropolitana de Mogi das Cruzes(SP), Fred Rezende iniciou na emissora mogiana em fevereiro de 2015, quando criou o projeto em homenagem ao locutor Osmar Santos, “Pai da Matéria” e padrinho do programa. Também faz parte do quadro “Resenha” do Esporte D na TV Diário, afiliada da Rede Globo no Alto Tietê, onde faz aparições falando sobre o São Paulo Futebol Clube, usando sempre uma abordagem divertida e bem humorada.

2 comentários em “Não é hora de “Dá Ronco”

  1. Vamos precisar de muito sal grosso… 🙂
    Quem traz o carvão, carne e cerveja? 😉

    Falando sério, se as contusões de Hernanes e mesmo Pato não surpreendem – além da frequência o longo tempo para retornar – perder jovens como Liziero e Antony tão frequentemente não deveria ser encarado como normal.

Deixe uma resposta para Flavio Marques Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.